Escolha as suas informações

Oito empresas em ‘lay off’ em agosto
Economia 25.07.2017 Do nosso arquivo online
Desemprego parcial

Oito empresas em ‘lay off’ em agosto

Desemprego parcial

Oito empresas em ‘lay off’ em agosto

Economia 25.07.2017 Do nosso arquivo online
Desemprego parcial

Oito empresas em ‘lay off’ em agosto

Oito empresas no Luxemburgo obtiveram esta terça-feira o aval do Comité de Conjuntura para recorrer ao ‘lay-off’ em agosto em caso de necessidade. A decisão abrange 255 trabalhadores.

Oito empresas no Luxemburgo obtiveram esta terça-feira o aval do Comité de Conjuntura para recorrer ao ‘lay-off’ em agosto em caso de necessidade. A decisão abrange 255 trabalhadores.

O regime de 'lay off' consiste na redução do período normal de trabalho dos trabalhadores, caso a empresa seja confrontada com uma situação conjuntural temporária difícil.

Cerca de 255 pessoas poderão vir a trabalhar com horário reduzido, beneficiando do chamado desemprego parcial em agosto.

Caso essas empresas necessitem aplicar o acordo hoje concedido, ou seja, se os trabalhadores virem a sua carga horária reduzida por falta de pedidos de produção, o Fundo para o Emprego terá de desbloquear 260.600 euros.

No Luxemburgo, os patrões que recorrem ao desemprego parcial comprometem-se a não despedir por razões económicas. Em troca, o Estado reembolsa 80% dos salários normalmente atribuídos no período em que os trabalhadores entram em folga forçada.

O reembolso é limitado a 250% do salário social mínimo.

Porém, as empresas continuam a suportar os encargos sociais e os salários correspondentes às horas de trabalho efetuadas.

A próxima reunião do Comité de Conjuntura está agendada para dia 29 de agosto.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Dez empresas no Luxemburgo obtiveram esta quarta-feira o aval do Comité de Conjuntura para beneficiarem do chamado desemprego parcial (‘lay-off’), no mês de maio. No total, 533 pessoas poderão trabalhar com horário reduzido no próximo mês.
Cinco empresas no Luxemburgo obtiveram esta quarta-feira (20) o aval do Comité de Conjuntura para beneficiar do chamado desemprego parcial, no próximo mês de janeiro.
Oito empresas no Luxemburgo obtiveram, esta terça-feira, o aval do Comité de Conjuntura para beneficiar do chamado desemprego parcial no mês de dezembro.