Escolha as suas informações

Desconto nos preços dos combustíveis entra em vigor na próxima semana
Economia 07.04.2022
Energia

Desconto nos preços dos combustíveis entra em vigor na próxima semana

Energia

Desconto nos preços dos combustíveis entra em vigor na próxima semana

Foto: Gerry Huberty
Economia 07.04.2022
Energia

Desconto nos preços dos combustíveis entra em vigor na próxima semana

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Gasolina e gasóleo descem 7,5 cêntimos por litro. Segundo as contas do Executivo luxemburguês, "para um depósito de 50 litros de gasolina, a poupança ascenderá a aproximadamente 3,75 euros".

O desconto no preço do combustível, aprovado pelo Governo, esta quinta-feira, deverá entrar em vigor a partir da próxima semana. O projeto de lei foi aprovado em reunião de Conselho de Ministros hoje e introduz uma compensação financeira que permite a redução temporária do preço de venda de certos produtos.

Os preços ao consumidor da gasolina, gasóleo e gasóleo de aquecimento terão uma redução de 7,5 cêntimos por litro, incluindo o IVA, a partir de 13 de abril, já na próxima quarta-feira. Estas medidas, refere o comunicado do Governo, serão aplicáveis até 31 de julho deste ano para a gasolina e o gasóleo, e até 31 de dezembro para o gasóleo de aquecimento.


Sanções da UE à Rússia têm de incluir combustíveis, defendem França e Alemanha
As novas sanções em debate no seio da União Europeia contra a Rússia "terão de integrar o petróleo e o carvão", declararam hoje, em Berlim, os chefes da diplomacia francesa e alemã.

As reduções anunciadas fazem parte do pacote de solidariedade (Solidaritéitspak) do acordo tripartido e serão fixadas nos preços nas bombas de gasolina, até à data em que estão em vigor.

Segundo as contas do Executivo luxemburguês, "para um depósito de 50 litros de gasolina, a poupança ascenderá a aproximadamente 3,75 euros".

Para os preços do gasóleo para uso industrial e comercial e em trabalhos agrícolas e hortícolas, de piscicultura e silvicultura, está também prevista uma queda de 7,5 cêntimos por litro, que entrará em vigor assim que a Câmara de Deputados aprovar a respetiva lei.

 Tal como nos casos já aprovados, a redução para estes setores permanecerá também em vigor até 31 de julho.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas