Escolha as suas informações

Crise na Lufthansa. Agora são os pilotos que ameaçam fazer greve
Economia 31.07.2022
Aviação

Crise na Lufthansa. Agora são os pilotos que ameaçam fazer greve

Os trabalhadores de terra da empresa fizeram uma paralisação de 24 horas no passado dia 27 de julho.
Aviação

Crise na Lufthansa. Agora são os pilotos que ameaçam fazer greve

Os trabalhadores de terra da empresa fizeram uma paralisação de 24 horas no passado dia 27 de julho.
Foto: Sebastian Gollnow/dpa
Economia 31.07.2022
Aviação

Crise na Lufthansa. Agora são os pilotos que ameaçam fazer greve

Redação
Redação
Os pilotos pedem um aumento de 5,5% nos salários deste ano, devido à inflação. Trabalhadores em terra também pedem aumentos e fizeram uma greve de 24 horas na passada quarta-feira.

Os pilotos da Lufthansa aprovaram por maioria esmagadora o princípio de greve. Em causa estão as reivindicações de aumentos salariais devido à inflação, "um sinal que não pode ser ignorado", segundo o sindicato Cockpit, em comunicado à imprensa.

Apesar da ameaça, isto "ainda não significa automaticamente que tenhamos chegado a medidas de greve", acrescenta a nota, citada pela RTL.

A Lufthansa emprega 5.500 pilotos e o Cockpit é o único sindicato que os represena.


Lufthansa anula quase todos os voos desta quarta-feira. Luxemburgo incluído
Voos de e para o Luxemburgo também estão quase todos cancelados.

A consulta a estes profissionais deu uma maioria de 97,6% a favor do princípio da greve entre os pilotos de passageiros e 99,3% entre os pilotos de carga. A participação foi de aproximadamente 95% dos membros. 

Sindicato quer ainda garantia para assegurar emprego dos pilotos

Os pilotos pedem um aumento de 5,5% nos salários deste ano, depois da indexação automática à inflação e ainda uma garantia sobre o volume da frota da Lufthansa, para assegurar o emprego dos pilotos. 

É mais um problema para a companhia aérea, que trava uma outra luta: no passado dia 27 de julho os trabalhadores de terra fizeram uma paralisação de 24 horas, o que causou grandes interrupções no tráfego na Alemanha. O sindicato destes funcionários, o Verdi, exige aumentos salariais de 9,5%. 

Em ambos os casos, a administração recusa-se a aceitar as exigências salariais, avança ainda a RTL.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O sindicato dos pilotos alemães Cockpit marcou novas greves para terça e quarta-feira, alegando que as negociações com a Lufthansa “não tiveram êxito”, avança hoje a agência espanhola Efe.
A companhia aérea alemã Lufthansa informou hoje que vai cancelar no sábado 137 voos, dos quais 88 são ligações intercontinentais, devido a uma greve de pilotos, afetando 30.000 passageiros.