Escolha as suas informações

Criação de empresas caiu em 2020 mas a retoma é acentuada no início deste ano
Economia 25.06.2021 Do nosso arquivo online
Retoma Economia

Criação de empresas caiu em 2020 mas a retoma é acentuada no início deste ano

Retoma Economia

Criação de empresas caiu em 2020 mas a retoma é acentuada no início deste ano

LW
Economia 25.06.2021 Do nosso arquivo online
Retoma Economia

Criação de empresas caiu em 2020 mas a retoma é acentuada no início deste ano

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A criação de novas empresas diminuiu no ano passado no Luxemburgo, muito devido à pandemia.

Os dados recentes do Registo das Empresas Luxemburguesas indica que há razões para otimismo, uma vez que se verifica uma recuperação na criação de empresas, com uma subida de 20% nos primeiros cinco meses de 2021.

A percentagem de novos empreendedores desceu de 10,2%, em 2019, para 8%, em 2020, segundo um estudo do Instituto Nacional da Estatística (Statec). 

O trabalho foi levado a cabo no âmbito do programa internacional 'Global Entrepreneurship Monitoring' (GEM) e abrangeu vários países da União Europeia (UE).

A maioria (68%) das pessoas que tencionava criar uma empresa em 2020 declarou que a pandemia atrasou o seu projeto. 

Mas não foi a pandemia que levou certas empresas à falência no ano passado e início deste ano. Segundo o estudo, apenas 12% dos empreendedores disseram que tiveram de fechar portas devido à crise sanitária. O Statec aponta o apoio do Estado às empresas como possível ‘travão’ no encerramento de empresas.

A publicação do Statec revela ainda que os empreendedores do Luxemburgo são mais motivados pelo desejo de independência profissional do que por necessidade financeira.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas