Escolha as suas informações

Covid-19. Regime de ajudas do Luxemburgo é dos mais favoráveis da Europa, diz ministro
Economia 19.01.2021 Do nosso arquivo online

Covid-19. Regime de ajudas do Luxemburgo é dos mais favoráveis da Europa, diz ministro

Covid-19. Regime de ajudas do Luxemburgo é dos mais favoráveis da Europa, diz ministro

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Economia 19.01.2021 Do nosso arquivo online

Covid-19. Regime de ajudas do Luxemburgo é dos mais favoráveis da Europa, diz ministro

Diana ALVES
Diana ALVES
De acordo com o Governo, a maior parte das ajudas são disponibilizadas no espaço de duas semanas após a receção dos pedidos.

O regime de ajudas criado pelo Luxemburgo para apoiar as empresas afetadas pela crise é um dos mais favoráveis da Europa, de acordo com o ministro das Finanças, Pierre Gramegna. 

Numa reunião com a federação da Horesca, para analisar a situação financeira do setor, o ministro aproveitou para destacar o sistema luxemburguês, acrescentando que os prazos de pagamento das ajudas públicas estão entre os mais curtos da Europa, de acordo com um comunicado divulgado pela federação. 

De acordo com o Governo, a maior parte das ajudas são disponibilizadas no espaço de duas semanas após a receção dos pedidos. Quanto às ajudas propriamente ditas, a organização que representa cafés e restaurantes voltou a alertar para a situação "extremamente precária" das empresas devido ao segundo encerramento imposto pelo Governo no setor, acrescentando que "o risco de falências é iminente". 


Ajudas à Horeca. OGBL quer que empresas beneficiárias não possam despedir
Mais um apelo em defesa do setor da Horeca, um dos mais fustigados pela crise sanitária.

Razões que a levam a pedir novos mecanismos de apoio.Uma das reivindicações do setor prende-se com a redução do IVA sobre as bebidas alcoólicas. Neste capítulo, Gramegna confirmou que "nenhuma obrigação de pagamento de IVA foi endereçado às empresas do setor da Horesca desde o dia 18 de março de 2020", salvo em caso de cessação de atividades ou liquidação de uma sociedade. 

Após várias semanas de portas fechadas, cafés e restaurantes deverão poder reabrir a 1 de fevereiro, se tudo correr como previsto. A federação da Horesca já pediu ao Governo que todos os trabalhadores do setor possam fazer o teste de diagnóstico à covid-19 e que tenham também acesso a testes rápidos.  

Recentemente a federação reivindicou também a distribuição de um voucher para usar em bares e restaurantes, semelhante ao já criado para o setor do turismo. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.