Escolha as suas informações

Comissário Nicolas Schmit descarta implementar salário mínimo europeu
Economia 01.10.2019

Comissário Nicolas Schmit descarta implementar salário mínimo europeu

Comissário Nicolas Schmit descarta implementar salário mínimo europeu

Foto: Guy Jallay
Economia 01.10.2019

Comissário Nicolas Schmit descarta implementar salário mínimo europeu

O comissário europeu designado pelo Luxemburgo foi hoje ouvido no Parlamento Europeu.

O comissário designado pelo Luxemburgo, Nicolas Schmit, indicou hoje, em Bruxelas, na audição perante uma comissão do Parlamento Europeu (PE) não ter qualquer intenção de fixar um salário mínimo europeu.

Schmit, que pertence à família política socialista europeia e já foi ministro do Trabalho e da Economia Social no Luxemburgo, está indicado para a pasta do Emprego na futura ‘comissão von der Leyen’.

Na audição perante a comissão do Emprego do PE, o luxemburguês salientou que irá bater-se pela aplicação de padrões mínimos com vista a reduzir as disparidades na União Europeia (UE), mas deixou claro que não pode haver um salário mínimo igual comum a todos os Estados-membros, salientando que a nova Comissão Europeia não irá definir um quadro europeu de salários mínimos.

Segundo o gabinete estatístico da UE (Eurostat), 22 dos 28 Estados-membros têm salários mínimos brutos que, desde janeiro, vão dos 286 euros, na Bulgária, até aos 2.071 no Luxemburgo, passando pelos 600 euros, em Portugal.

Lusa


Notícias relacionadas