Comissão Europeia

Luxemburgo deve crescer 3,4% em 2017

Foto: Pierre Matgé

A Comissão Europeia prevê um crescimento económico de 3,4% para este ano e uma aceleração para o próximo ano: em 2018, a economia deve avançar 3,5%.

Estas estimativas constam do relatório de Previsões Económicas de Outono da Comissão Europeia. O organismo liderado por Jean-Claude Juncker publica este tipo de informação três vezes ao longo do ano: na primavera, no outono e no inverno.

Mas apesar do crescimento sustentado, a economia deve desacelerar em 2019. Além disso, Bruxelas alerta para alguns riscos já este ano. Na primeira metade do ano, a atividade económica cresceu abaixo das expectativas, embora a Comissão reconheça que há condições para que o crescimento volte a acelerar no segundo semestre.

O consumo privado também deverá recuperar depois de um fraco desempenho nos primeiros seis meses do ano. Isto deve-se ao aumento do emprego entre os residentes. No entanto, o relatório sublinha que o aumento do endividamento, incluindo o endividamento com crédito para comprar casa, podem afectar o crescimento do consumo.

Quanto ao desemprego, Bruxelas prevê que a taxa fique nos 6,1% e caia para 5,9% no próximo ano, voltando a subir ligeramente de novo em 2019. Por sua vez, o excedente orçamental vai sofrer uma redução significativa devido à reforma fiscal que dará menos receitas ao Estado e ao aumento das despesas públicas. Assim, o Luxemburgo terá um excedente de 0,5% este ano, face ao de 1,6% registado no ano passado, e de 0,3% em 2018.