Escolha as suas informações

Compras online até 22 euros fora da UE vão ficar mais caras
Economia 17.06.2021
Comércio online

Compras online até 22 euros fora da UE vão ficar mais caras

Comércio online

Compras online até 22 euros fora da UE vão ficar mais caras

Economia 17.06.2021
Comércio online

Compras online até 22 euros fora da UE vão ficar mais caras

A decisão da Comissão Europeia entra em vigor a partir de 1 de julho com a introdução de um novo sistema também para quem vende a partir de países fora da UE.

A partir de 1 de julho deste ano, os produtos importados fora de União Europeia até 22 euros passam a pagar IVA, algo que até agora não acontecia. Para os consumidores do Grão-Ducado, isso significa um aumento de 17% no preço das compras online inferiores a 22 euros fora do espaço da União Europeia (UE).

A partir de 1 de julho é introduzido ainda um novo sistema para quem vende a partir de países fora da UE. Assim, estas lojas online fora da espaço europeu vão ser encorajados a inscrever-se num sistema Import-One-Stop-Shop (IOSS) e o preço apresentado será já com a inclusão do IVA e outros encargos.

Contudo, se quem vende não estiver registado no sistema, o consumidor deve estar atento, uma vez que o IVA será pago no momento da importação.

Além disso, também a partir da mesma data, os bens de até 150 euros que sejam comprados online fora da UE podem estar isentos de taxas aduaneiras se o vendedor estiver registado no sistema IOSS para declarar o IVA.

O Centro Europeu de Consumidores recomenda ainda a compra de produtos a vendedores e plataformas registadas no sistema IOSS. Para tal, a organização sugere que os consumidores se informem junto dos vendedores se o preço já inclui IVA e taxas de importação. Se assim for, é provável que esteja registado no sistema. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas