Escolha as suas informações

Combustíveis fósseis foram principal fonte de produção de eletricidade na UE em 2021
Economia 30.06.2022
Eurostat

Combustíveis fósseis foram principal fonte de produção de eletricidade na UE em 2021

Eurostat

Combustíveis fósseis foram principal fonte de produção de eletricidade na UE em 2021

Foto: AFP
Economia 30.06.2022
Eurostat

Combustíveis fósseis foram principal fonte de produção de eletricidade na UE em 2021

Lusa
Lusa
Na União Europeia, o consumo de combustíveis fósseis aumentou, de 2020 para 2021, mas mantém níveis abaixo dos registados antes da pandemia de covid-19.

O fornecimento total de eletricidade na União Europeia (UE) aumentou 4,2% em 2021 face a 2020 e os combustíveis fósseis voltaram a ser a principal fonte, ultrapassando a categoria renovável, divulga esta quinta-feira o Eurostat.

De acordo com dados preliminares do serviço estatístico da UE para 2021, os combustíveis fósseis retomaram o primeiro lugar entre as fontes de energia, depois de, em 2020, terem sido ultrapassados pelas fontes renováveis na produção de eletricidade, na UE.

No que respeita aos combustíveis fósseis, o uso de carvão betuminoso (25,6%) e o de lignite (16,2%) apresentaram as maiores subidas em 2021.


Parlamento Europeu aprova fim dos carros a diesel e gasolina a partir de 2035
Os automóveis são responsáveis por pelo menos 12% das emissões de CO2 na UE. A votação pelos eurodeputados foi renhida e envolta num aceso debate.

Já em relação às renováveis, os dados preliminares mostram que as maiores subidas na produção de eletricidade foram registadas na energia solar (13,0%) e nos biocombustíveis sólidos (9,6%).

Por outro lado, devido a condições climáticas desfavoráveis, a produção de eletricidade a partir de fontes hídricas e eólicas recuou, respetivamente, 1,2% e 3,0%. A produção a partir de centrais nucleares, por seu lado, cresceu 7,0% de 2020 para 2021.

O consumo de combustíveis fósseis aumentou, na UE, de 2020 para 2021, mas mantém níveis abaixo dos registados antes da pandemia de covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A UE paga 100 mil milhões de euros por ano à Rússia em combustíveis fósseis, mas o plano apresentado pela Comissão é para poupar, comprar a outros fornecedores e mudar para as renováveis mais depressa do que previsto. Por causa de Putin, dizem, em 2030, 45% da energia será verde.
Instabilidade dos mercados e especulação dos produtores está a fazer disparar o preço da eletricidade e eventuais cortes de abastecimento. A UE teme meses frios e de crise económica. A próxima cimeira europeia irá discutir o tema.