Escolha as suas informações

CLC. Ajudas do Estado às empresas são "insuficientes"
Economia 21.01.2021

CLC. Ajudas do Estado às empresas são "insuficientes"

CLC. Ajudas do Estado às empresas são "insuficientes"

Foto: Gerry Huberty
Economia 21.01.2021

CLC. Ajudas do Estado às empresas são "insuficientes"

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A Confederação Luxemburguesa do Comércio (CLC) veio a terreiro criticar as ajudas financeiras propostas pelo Governo para socorrer as empresas que sofrem das consequências da crise sanitária.

Num comunicado a CLC considera que as "ajudas propostas são insuficientes e complexas para os independentes, mas também para as micro empresas e pequenas e médias empresas".  E pede ao Governo para rever rapidamente as modalidades de ajuda às empresas. A CLC mostra-se disponível para se reunir com o Executivo e com os diferentes setores. 

A organização exemplifica a sua crítica, evocando casos cada vez mais frequentes de empresas que vêm o seu pedido de ajuda rejeitado, sendo que algumas já nem tentam fazer um pedido de ajuda, convencidas que este vai ser rejeitado. Segundo a CLC, o tempo de duração da pandemia também não está a ajudar.


Saldos arrancam amanhã. CLC contra suspensão das aberturas ao domingo
Organização patronal considera que o tiro sairá pela culatra.

Para além das ajudas únicas acordadas aos trabalhadores independentes, estes têm a seu cargo uma parte dos custos fixos. Se nos primeiros meses da crise sanitárias, as empresas ainda conseguiram recorrer a fundos próprios, dez meses depois as reservas chegaram ao fim e resta-lhes o endividamento junto dos bancos ou do Estado.

A Direção-Geral das Classes Médias atribuiu mais de 265 milhões de euros em ajudas às empresas e trabalhadores independentes desde o início da pandemia. Atualmente, as empresas podem recorrer a pedidos de ajuda até junho, consoante o tipo de atividade.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas