Escolha as suas informações

Breves Luxemburgo Há 18 minutos

Futuro da CCPL debatido esta noite

O futuro da Confederação da Comunidade Portuguesa no Luxemburgo (CCPL) vai ser debatido esta noite numa reunião, à porta fechada, entre membros do seu conselho de administração.

Elisabete Soares, formalmente ainda presidente da CCPL eleita em 2018, disse à Rádio Latina que a reunião vai ter início às 19h desta quinta-feira, preferindo pronunciar-se sobre a atual situação deste organismo associativo apenas depois da reunião.

Segundo informação oficiosa, Elisabete Soares e alguns membros do conselho da CCPL terão pedido demissão, deixando o atual órgão máximo da confederação sem quórum.  

Breves Economia Há 24 minutos

Gasolina 95 vai ficar mais cara

A gasolina 95 sem octanas vai aumentar de preço a partir da meia-noite. O combustível vai ficar 1,6 cêntimos mais caro e vai passar a custar 1,23 euros por litro.  

Breves Economia Hoje às 14:17

LCGB preocupada com futuro da atividade industrial no Luxemburgo

A venda foi comunicada esta quarta-feira e apanhou a central sindical LCGB de surpresa com o anúncio. Sendo o sindicato maioritário na organização, a LCGB pediu uma reunião urgente com a direção-geral, para conhecer as razões que levaram a esta decisão.

Menos de uma semana após o anúncio de que o Estado vai vender 40% da sua participação na empresa Paul Wurth ao grupo alemão SMS, que já detém os restantes 60%, a LCGB lamenta que mais uma empresa luxemburguesa tenha passado para as mãos de estrangeiros. Uma situação que deixa a central sindical preocupada quanto ao futuro da atividade industrial no Grão-Ducado.    

O sindicato promete que vai fazer tudo o que está ao seu alcance para que os trabalhadores não sofram com as consequências da venda, sobretudo no contexto económico difícil.

Breves Luxemburgo Hoje às 13:58

Continua a não haver casas de banho suficientes para os condutores de autocarro

O problema não é novo. Continua a não haver casas de banho suficientes para os condutores de autocarro. Atualmente, o Luxemburgo dispõe de 132 casas de banho, que podem ser utilizadas pelos condutores de autocarros. Um número insuficiente, lamenta o ministro da Mobilidade, em resposta a uma questão parlamentar do deputado do ADR, Fred Keup.

François Bausch sublinha que o interesse por parte das comunas para adaptar este tipo de instalações é muito pequeno, sendo que nos últimos dois anos, apenas meia dúzia de autarquias fizeram um pedido para obter um subsídio. 

O Estado paga 50% dos custos para a instalação de uma casa de banho para os condutores de autocarro, sendo que o montante máximo atribuído é de 25 mil euros. Uma situação que não deixa o ministro da Mobilidade satisfeito, daí estarem previstas reuniões com o sindicato das comunas, o Syvicol, para inverter a situação.  

Breves Desporto por Henrique DE BURGO Hoje às 11:11

Liga BGL de futebol. F91 Dudelange volta a distanciar-se na liderança

O F91 Dudelange foi esta quarta-feira vencer por 2-1 no terreno do Racing Luxemburgo, em jogo da 13a jornada da Liga BGL, o principal campeonato de futebol luxemburguês. 

Com este resultado, a equipa treinada por Carlos Fangueiro alcançou os 28 pontos e aumentou para 4 o número de pontos de avanço sobre o segundo classificado, o Fola de Esch, que não foi além de um empate a três bolas em casa do Hostert. 

Quem também perdeu pontos na perseguição ao líder foi o terceiro classificado, o Differdange, que empatou em casa a duas bolas com o Titus Pétange, e está agora a 7 pontos do F91 Dudelange. A Jeunesse venceu o Hamm Benfica por 1-0. 

Os encarnados de Cents são agora lanterna vermelha isolada, com 5 pontos, já que o Etzella ganhou mais um ponto ao empatar na receção ao Hesperange, sem golos no marcador. Nos outros jogos de ontem, o Mondorf empatou a dois com o Rosport, o Niederkorn foi vencer por 2-0 em casa do Rodange e o Strassen venceu o Wiltz por 2-0. 

Breves Cultura por Henrique DE BURGO Hoje às 09:10

Cinema. Yann Tonnar apresenta nova produtora luxemburguesa

O realizador luxemburguês Yann Tonnar apresentou esta terça-feira a sua própria produtora de filmes, a Manufactura Pictures. Em comunicado, o realizador e irmão do músico Serge Tonnar refere que "a criação desta produtora é um passo lógico para quem, ao longo dos anos, se tem envolvido cada vez mais na supervisão de produções e na supervisão artística". 

Enquanto produtor criativo da série routwäissgro (vermelho-branco-cinzento), da televisão RTL, Yann Tonnar esteve envolvido com cerca de vinte realizadores na produção dos 72 episódios da série que conta com três temporadas. O novo projeto, a Manufactura Pictures, vai dedicar-se sobretudo ao "desenvolvimento de talentos e temas luxemburgueses, tanto na ficção como no documentário", acrescenta o realizador e produtor.

Um dos filmes do realizador que mostra as hortas comunitárias do sul do Luxemburgo representou o Grão-Ducado num festival de cinema europeu que decorreu em Portugal no final do ano passado. A mostra foi o mote de uma conversa de Tonnar com o Contacto.

Breves Economia por Susy MARTINS 24.02.2021

No espaço de um mês houve aumento de 13 mil trabalhadores em desemprego parcial

Cerca de 46.800 trabalhadores vão ser abrangidos pelo novo regime de desemprego parcial no mês de março, um aumento de 13 mil em comparação com o mês de fevereiro.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Economia, o Comité de Conjuntura deu luz verde a cerca de 4.360 pedidos de empresas ao abrigo do mecanismo especial covid, que está em vigor no âmbito da crise sanitária atual.

O número de candidaturas ao mecanismo voltou a aumentar para um total de 4.450 empresas, mais 57 em relação a fevereiro. O regime de desemprego parcial criado para ajudar as empresas em crise devido à situação sanitária foi prolongado até 30 de junho de 2021, estando no entanto sujeito a alterações dependentes da evolução da situação pandémica.

Breves Economia por Susy MARTINS 23.02.2021

Champ Cargosystems e LCGB assinam plano social

A empresa Champ Cargosystems, especializada em tecnologia informática no setor da aviação, assinou esta segunda-feira um plano social com a central sindical LCGB, que visa 10% dos seus efetivos, ou seja dez trabalhadores.

Num comunicado, a LCGB frisa que após várias semanas de negociações difíceis, foi possível obter medidas sociais de acompanhamento dos trabalhadores em questão, nomeadamente planos de formação e condições de partida satisfatórias, para que os trabalhadores em questão possam orientar e encontrar outro emprego.

A central sindical acrescenta que tudo foi feito para que fosse elaborado um plano para a manutenção do emprego, mas a direção da empresa recusou a proposta. A Champ Cargosystems é detida a 49% pela Cargolux e 51% pela SITA, e emprega atualmente 113 colaboradores no Luxemburgo.