Escolha as suas informações

Carga fiscal atinge recorde no Luxemburgo em 2018
Economia 30.10.2019

Carga fiscal atinge recorde no Luxemburgo em 2018

Carga fiscal atinge recorde no Luxemburgo em 2018

Foto: Getty Images
Economia 30.10.2019

Carga fiscal atinge recorde no Luxemburgo em 2018

Trata-se de um valor nunca antes registado desde que começaram a ser publicados dados para o Luxemburgo, em 1995.

O Luxemburgo teve o maior aumento da União Europeia (UE) da carga fiscal. De acordo com os dados do Eurostat publicados hoje, a carga fiscal subiu de 39,1% em 2017, para 40,7% em 2018. Trata-se de um valor nunca antes registado desde que começaram a ser publicados dados para o Luxemburgo, em 1995.

São os impostos sobre o rendimento que mais contribuem, sobretudo os impostos sobre as famílias e logo depois as empresas.

O valor encontra-se também acima da média europeia, de 40,3%

Apesar do recorde, há outros países com uma carga fiscal mais elevada. Os impostos pesam mais nos países de fronteira do Grão-Ducado: em França (48,4%) e na Bélgica (47,2%). Pelo contrário, os países onde os impostos pesam menos no Produto Interno Bruto (PIB) são a Irlanda (23%), e a Roménia (27,1%).

Em Portugal também se registou um aumento significativo, de 0,7 pontos percentuais, para 37,2%.


Notícias relacionadas

Os impostos do futuro
Vêm aí novos impostos. A ideia parece certa, mas não se sabe ainda quando nem como. A culpa é da saída do Reino Unido da União Europeia. É que o grupo dos 27 vai ter de arranjar forma de compensar a redução que o Brexit vai provocar no orçamento comunitário.
Eurostat: Carga fiscal baixou no Luxemburgo em 2015
A carga fiscal baixou no ano passado no Luxemburgo. De acordo com o Eurostat, a receita com impostos e contribuições para a Segurança Social representava 39,1% do Produto Interno Bruto, uma queda face aos 39,4% registados em 2014.
A carga fiscal caiu para 39,1%.