Escolha as suas informações

Câmara de Comércio Portuguesa organiza missão empresarial ao Luxemburgo
Economia 2 min. 20.02.2015 Do nosso arquivo online
Em Abril

Câmara de Comércio Portuguesa organiza missão empresarial ao Luxemburgo

Em Abril

Câmara de Comércio Portuguesa organiza missão empresarial ao Luxemburgo

Foto: Anouk Antony
Economia 2 min. 20.02.2015 Do nosso arquivo online
Em Abril

Câmara de Comércio Portuguesa organiza missão empresarial ao Luxemburgo

A Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP) organiza de 20 a 22 de Abril uma missão empresarial ao Luxemburgo, em colaboração com a Associação Empresarial Portuguesa (AEP). O objectivo é pôr as empresas portuguesas em contacto "com entidades oficiais e com potenciais parceiros e clientes locais", incluindo da diáspora portuguesa.

A Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP) organiza de 20 a 22 de Abril uma missão empresarial ao Luxemburgo, em colaboração com a Associação Empresarial Portuguesa (AEP). O objectivo é pôr as empresas portuguesas em contacto "com entidades oficiais e com potenciais parceiros e clientes locais", incluindo da diáspora portuguesa.

A missão, que conta ainda com o apoio da Confederação Internacional dos Empresários Portugueses (CIEP) e da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Luxemburguesa (CCILL), inclui uma visita ao Ministério da Economia do Luxemburgo e encontros com empresários luxemburgueses e da diáspora portuguesa, de acordo com o programa provisório.

Entre os sectores considerados "com potencial para as empresas portuguesas", a Câmara de Comércio Portuguesa destaca a logística, a electrónica, o sector aeroespacial, as biotecnologias, a indústria química, farmacêutica e metalomecânica, além do sector financeiro e agro-alimentar, "pela enorme diáspora portuguesa" no país.

"A forte presença de emigrantes portugueses e luso-descendentes (cerca de 20% da população) é um benefício indubitável para qualquer empresa portuguesa que deseje explorar este mercado", pode ler-se no portal da Câmara de Comércio Portuguesa.

Para os organizadores da missão, o Luxemburgo "tem uma das economias mais dinâmicas e abertas da União Europeia", salientando ainda a "produtividade acima da média europeia", a "baixa taxa de desemprego", uma "gestão das finanças públicas muito rigorosa" e "o alto nível de vida" do país, um dos poucos que conserva o Triplo A atribuído pelas agências de 'rating'.

O Grão-Ducado é ainda considerado um país estratégico para as empresas portuguesas pelo facto de "estar situado no núcleo económico e político da EU" e no "centro de uma das regiões mais integradas da Europa (Saar-Lor-Lux)", que conta com 11 milhões de consumidores, sublinha a Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa.

A missão empresarial ao Grão-Ducado segue-se ao seminário sobre oportunidades de investimento no Luxemburgo que em Setembro do ano passado reuniu dezenas de empresários em Lisboa.


Notícias relacionadas

“A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Luxemburguesa está a equacionar organizar a primeira feira multi-sectorial no Luxemburgo com a participação de empresas portuguesas ou empresas luxemburguesas”.
No salão “Portugal Exportador”, em Lisboa, a CCILL organizou uma conferência sobre as potencialidades económicas do Luxemburgo, um encontro que contou com Paul Schmit, embaixador do Luxemburgo em Lisboa, e Francisco da Silva, presidente da CCILL
O CONTACTO festeja este ano o seu 45° aniversário. O jornal foi fundado em Janeiro de 1970, para informar a comunidade portuguesa no Luxemburgo. Ao comemorarmos esta data, surgiu-nos uma questão natural. Em que ano exacto situar o início da emigração portuguesa para o Luxemburgo?
Em Junho de 1965 uma missa na catedral do Luxemburgo juntou meio milhar de portugueses para celebrar pela primeira vez o Dia de Portugal no Grão-Ducado.
Depois disso houve um almoço eu ma festa. Foi o primeiro evento organizado pela comunidade portuguesa no Grão-Ducado de que há registo