Escolha as suas informações

Bruxelas/Atentados: Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 M€
Economia 07.05.2016 Do nosso arquivo online

Bruxelas/Atentados: Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 M€

Atentado no aeroporto de Bruxelas/Zaventem ocorreu a 22 de Março último

Bruxelas/Atentados: Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 M€

Atentado no aeroporto de Bruxelas/Zaventem ocorreu a 22 de Março último
Foto: AFP
Economia 07.05.2016 Do nosso arquivo online

Bruxelas/Atentados: Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 M€

A companhia aérea Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 milhões de euros devido ao atentado no aeroporto de Bruxelas/Zaventem, que ocorreu a 22 de Março, de acordo com a imprensa belga.

A companhia aérea Brussels Airlines perdeu entre 70 a 100 milhões de euros devido ao atentado no aeroporto de Bruxelas/Zaventem, que ocorreu a 22 de Março, de acordo com a imprensa belga.

Segundo o diário Le Soir, citado pela agência Efe, essas perdas podem repercutir-se na compra da companhia belga pela alemã Lufthansa.

O jornal lembra que a companhia belga já havia calculado em cerca de cinco milhões as perdas diárias causadas pelo encerramento total do aeroporto entre 22 de março e 04 de abril, devido à explosão registada na área de desembarques.

A isso, juntam-se os custos suplementares ligados à transferência de uma parte dos voos para os aeroportos alternativos de Antuérpia (norte da Bélgica), Liège (leste), Zurique (Suíça) e Frankfurt (Alemanha), além da gestão dos passageiros que se dirigiam para Bruxelas no dia do atentado e que foram colocados em voos de outras companhias ou fornecido alojamento.

Segundo o jornal Le Soir, essas perdas serão tidas em conta na eventual compra de 100% da companhia belga pela Lufthansa, que já detém 45% da Brussels Airlines.

O jornal assegura que essa decisão foi adiada três meses (previa-se a compra para o final de Agosto, mas a data pode ser adiada para 2017), a fim de ter em conta o impacto financeiro dos atentados de Bruxelas, que provocaram 32 mortos nas explosões registadas no aeroporto e também no metro da capital belga.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Atentados em Bruxelas - 22 de Março de 2016
No dia 22 de Março de 2016, duas explosões no aeroporto de Bruxelas e uma na estação de metro de Maelbeek mataram, pelo menos 35 pessoas. Os três bombistas suicidas, dois no aeroporto de Zaventem e um no metro, não entram na contagem do número de vítimas mortais. Nos atentados de Bruxelas ficaram feridas 359 pessoas de 19 países. Os atentados foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, também conhecido por Daesh, num comunicado em que ameaçou os países que combatem os ‘jihadistas’ com ataques “mais duros e mais amargos”.