Escolha as suas informações

Brexit. Quarenta empresas já estão a funcionar no Luxemburgo
Economia 29.10.2019

Brexit. Quarenta empresas já estão a funcionar no Luxemburgo

Brexit. Quarenta empresas já estão a funcionar no Luxemburgo

Foto by Tolga Akmen / AFP)
Economia 29.10.2019

Brexit. Quarenta empresas já estão a funcionar no Luxemburgo

Diana ALVES
Diana ALVES
Desde que foi anunciada a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), são já dezenas as empresas que manifestaram interesse em trocar Londres pelo Luxemburgo. Neste momento, 40 já estão a funcionar em pleno no Grão-Ducado.

O número de instituições que já relocalizaram as suas atividades, por causa do Brexit, foi avançado no Parlamento pelos responsáveis da Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (CSSF) a propósito do impacto que a saída do Reino Unido do bloco europeu terá no Grão-Ducado.

Escutados pelos deputados da Comissão das Finanças e Orçamento, no âmbito das discussões sobre o Orçamento do Estado para 2020, os representantes da CSSF adiantaram, por outro lado, que, em sentido inverso, nenhuma empresa implantada no Luxemburgo deixou o país para se instalar no Reino Unido.

Desde o referendo que ditou a saída do Reino Unido do espaço comunitário, em 2016, que várias empresas implantadas em Londres têm procurado alternativas na UE para salvaguardarem o acesso ao mercado único. Entre elas estão várias seguradoras que decidiram assentar arraiais no Grão-Ducado. É o caso da AIG, Liberty Mutual, Hiscox, Sompo e Tokyo Marine.  


Notícias relacionadas

Pierre Gramegna: Luxemburgo é "escolha natural" para empresas do pós-Brexit
O Luxemburgo está a tornar-se num sério concorrente na competição que está a surgir em muitos países europeus para atrair empresas, depois de o Reino Unido abandonar a União Europeia. De facto, houve já algumas empresas a revelarem interesse pelo país. Ministro das Finanças afirma que o Luxemburgo é "uma escolha natural".
O ministro das Finanças, Pierre Gramegna, deslocou-se a Singapura numa missão económica.