Escolha as suas informações

Atraso na entrega de carros novos deve manter-se em 2022
Economia 22.10.2021
Automóveis

Atraso na entrega de carros novos deve manter-se em 2022

A escassez de componentes eletrónicos, como semicondutores e microprocessadores, continua a ter um impacto na produção de carros novos.
Automóveis

Atraso na entrega de carros novos deve manter-se em 2022

A escassez de componentes eletrónicos, como semicondutores e microprocessadores, continua a ter um impacto na produção de carros novos.
Foto: Gerry Huberty
Economia 22.10.2021
Automóveis

Atraso na entrega de carros novos deve manter-se em 2022

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O mercado automóvel continua em crise. A escassez de componentes eletrónicos, como semicondutores e microprocessadores, continua a ter um impacto na produção de carros novos.

O alerta é da House of Automobile, que reagrupa três federações e associações representativas do setor automóvel no Luxemburgo.

Em comunicado, a organização explica que se no início da pandemia a escassez limitava-se sobretudo a equipamentos opcionais, agora também abrange outros componentes essenciais na produção de um grande número de veículos, e quase todas as marcas estão impactadas.

Resultado: a produção dos construtores está parcialmente parada. Uma situação que tem como consequência que os carros novos não são entregues aos clientes na data inicialmente prevista. Em alguns casos, os atrasos ultrapassam vários meses.

Segundo a House of Automobile, esta situação deve perdurar em 2022. A organização recomenda aos clientes para entrarem em contacto com o concessionário, na tentativa de juntos encontrarem alternativas. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A 52ª edição do Autofestival é uma ocasião a não perder para a cerca de uma centena de concessionários automóveis e garagistas no Luxemburgo, que apostam no festival para contrariar a quebra de vendas em 2015, a contracorrente da tendência mundial.
Autofestival, Skoda Losch, Bereldange, Luxembourg, le 11 janvier 2016. Photo: Chris Karaba
Os condutores entre os 70 e os 80 anos vão poder renovar a carta de condução de cinco em cinco anos e não de três em três, como sucede actualmente, anunciou o ministro François Bausch, durante a apresentação oficial da 51a edição do Festival Automóvel.