Escolha as suas informações

ArcelorMittal vende operações nos EUA
Economia 3 min. 28.09.2020

ArcelorMittal vende operações nos EUA

ArcelorMittal vende operações nos EUA

Foto: Serge Waldbillig
Economia 3 min. 28.09.2020

ArcelorMittal vende operações nos EUA

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
O valor da venda das operações que o gigante de aço detinha nos Estados Unidos da América ficou nos 1,4 mil milhões de dólares, pagos em dinheiro e ações.

A ArcelorMittal vai vender as suas operações nos Estados Unidos da América à americana Cleveland-Cliffs Inc. O valor da venda é de 1,4 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) - pagos em dinheiro, cerca de um terço do montante, e em ações, segundo a informação disponibilizada pelo gigante do aço.

Com esta compra a  Cleveland-Cliffs, sediada em Ohio e presidida pelo brasileiro Lourenço Goncalves, torna-se assim no maior produtor de aço laminado plano da América do Norte. 


Trabalhadores da ArcelorMittal poderão ter de esperar até saberem o seu futuro
Os trabalhadores da ArcelorMittal visados pela anunciada eliminação de postos de trabalho poderão ter de esperar algum tempo até saberem o seu futuro. Em entrevista ao Paperjam, o diretor da ArcelorMittal Luxemburgo admitiu que é impossível dizer ao certo quanto tempo o processo vai demorar.

A Cleveland-Cliffs pagará cerca de 873 milhões de dólares (750 milhões de euros) de ações ordinárias e preferenciais sem direito a voto e 505 milhões (434 milhões de euros) em dinheiro à ArcelorMittal. 

Entre os ativos adquiridos incluem-se seis instalações siderúrgicas, oito instalações de acabamento, duas operações de extração de minério de ferro e pelotização, e três operações de produção de carvão e coque.   

Recomprar ações

A ArcelorMittal, que recentemente anunciou o fim de 570 postos de trabalho no Luxemburgo, vai utilizar os 505 milhões de dólares em dinheiro para recomprar ações, com vista a realizar o retorno do investimento aos acionistas. Uma operação que terá início de imediato, segundo o comunicado da empresa.

"O impacto financeiro positivo na ArcelorMittal permite a oportunidade de retorno de dinheiro aos acionistas", começa por referir a empresa em comunicado, acrescentando que "a desconsolidação dos passivos associados na ArcelorMittal USA, que compreende principalmente passivos de pensões e OPEB, irá melhorar o perfil de risco do grupo, reduzir a dívida líquida e reforçar a sua estrutura de capital e métricas de crédito", com a Cleveland-Cliffs a assumir as responsabilidades  das operações americanas do grupo.  

A ArcelorMittal adianta também que "pretende redistribuir os 500 milhões de dólares das receitas em dinheiro aos acionistas através de um programa de recompra de ações". Esta transação é uma oportunidade única para a ArcelorMittal desbloquear valor significativo para os acionistas", disse Lakshmi Mittal, CEO do grupo, com sede no Luxemburgo.

De acordo com a metalúrgica, esse programa de recompra terá início com efeitos a partir já desta segunda-feira e poderão ser realizadas até ao dia 31 de março de 2021 ou quando a empresa tiver utilizado na íntegra o valor atribuído. 


ArcelorMittal explica porque é que a empresa vai despedir e contratar ao mesmo tempo
Dias depois do grupo anunciar a eliminação de mais de 570 postos de trabalho no Luxemburgo, o ministro do Trabalho revelou que o gigante mundial do aço prevê, também, a contratação de 123 pessoas.

Segundo a Bloomberg, a empresa suspendeu os pagamentos de dividendos no início do ano e tinha anteriormente estabelecido um objetivo de cerca de dois mil milhões de dólares em vendas de ativos para ajudar a reduzir a dívida. As ações caíram 30% este ano, reduzindo o seu valor de mercado para 12 mil milhões de euros (14 mil milhões de dólares). 

Em 2019, a ArcelorMittal gerou receitas de 18,6 mil milhões de dólares na região da América do Norte, sendo responsável por cerca de um quarto das suas vendas. As ações da Cleveland-Cliffs diminuíram 30% este ano, deixando o grupo americano com um valor de mercado de 2,35 mil milhões de dólares. Segundo a Cleveland-Cliffs o valor empresarial do negócio com a ArcelorMittal cifra-se em 3,3 mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.