Escolha as suas informações

ArcelorMittal. Menos 216 postos de trabalho e não 260 como se previa em junho
Economia 29.08.2019

ArcelorMittal. Menos 216 postos de trabalho e não 260 como se previa em junho

ArcelorMittal. Menos 216 postos de trabalho e não 260 como se previa em junho

Economia 29.08.2019

ArcelorMittal. Menos 216 postos de trabalho e não 260 como se previa em junho

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
A ArcelorMittal anunciou, esta quinta-feira, que espera reduzir o número de empregados em Belval e de Differdange.

O grupo do qual o Estado luxemburguês é acionista, justifica o plano de reestruturação com o aumento dos preços da produção de aço e a concorrência a nível internacional. Já tinham circulado informações de que o grupo siderúrgico queria cortar cerca de 260 empregos nos próximos três a cinco anos. 

Hoje, numa reunião com os sindicatos LCGB e OGBL, o número de empregos a serem cortados caiu para 216 até 2024. Segundo o fabricante, este valor permanece abaixo da flutuação natural esperada durante este período. Mas os sindicatos, por seu lado, exigem garantias e mais informações sobre o futuro plano de reestruturação. 

A 7 de Junho, Roland Bastian, CEO da ArcelorMittal Belval e presidente da ArcelorMittal Luxembourg, indicou que as reduções de efectivos previstas se baseavam numa proporção de saídas naturais "que teriam ocorrido mesmo na ausência deste projeto de transformação". 

O gerente acrescentou que algumas partidas seriam "compensadas por recrutamento direcionado". Nada parece ter sido apresentado aos parceiros sociais sobre este ponto. Os sindicatos também contam com uma próxima reunião com sua diretoria, marcada para 12 de setembro, para saber mais sobre a evolução dos recursos humanos da empresa. 

"O projeto de transformação terá duração de cinco anos e visa restaurar a competitividade das unidades de Belval e Differdange", diz Pascal Moisy, porta-voz do grupo. A Arcelor Mittal emprega cerca de 800 pessoas em Differdange, onde são fabricados produtos longos como perfis, vigas de aço e estacas-pranchas. A fábrica de Belval tem cerca de 900 funcionários.