Escolha as suas informações

ArcelorMittal desiste de negócio de milhares de milhões de euros
Economia 06.11.2019

ArcelorMittal desiste de negócio de milhares de milhões de euros

ArcelorMittal desiste de negócio de milhares de milhões de euros

Foto: Donato Fasano/AFP
Economia 06.11.2019

ArcelorMittal desiste de negócio de milhares de milhões de euros

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
O gigante siderúrgico mundial, ArcelorMittal, anunciou que vai cancelar a compra da empresa italiana ILVA. Em causa está a possibilidade de ter um processo por questões ambientais, dada a retirada da proteção por parte do Parlamento transalpino.

O gigante siderúrgico mundial ArcelorMittal anunciou que desistiu de comprar a empresa italiana ILVA. Recorde-se que a empresa sediada no Luxemburgo tinha vendido toda a sua operação em Dudelange para concretizar esta aquisição. Agora o negócio cai por terra.

Tudo porque o Parlamento italiano retirou a proteção ambiental legal que permitia à companhia avançar com o seu plano ambiental, sem arriscar ter um processo judicial. O gigante mundial do aço tinha previsto injetar mais de 4 mil milhões de euros, em cinco anos, na empresa italiana para acelerar o processo de limpeza da poluição causada pela siderúrgica italiana.

Recorde-se que a Comissão Europeia tinha exigido a venda da operação da ArcelorMittal na Europa, para evitar a concentração demasiado elevada no mercado siderúrgico europeu, para autorizar o negócio. Uma aquisição que, afinal não se vai concretizar.


Fábrica da ArcelorMittal no sul do país.
ArcelorMittal e LIST assinam acordo de parceria para melhorar desempenho energético
O gigante do aço, com sede no Luxemburgo, quer reduzir "significativamente a pegada de carbono" e quer contar com as soluções científicas e inovadoras do LIST.

Venda dos ativos rendeu 740 milhões de euros

A venda dos ativos na Europa por parte do líder mundial do aço custou 740 milhões de euros. A unidade de Dudelange da ArcelorMittal, que emprega cerca de 300 trabalhadores, foi vendida ao grupo Liberty House.

Esta venda ao Liberty House Group foi autorizada em abril pela Comissão Europeia juntamente com os ativos da ArcelorMittal em Liège, na Bélgica, mas também em Itália, na Macedónia do Norte, na Roménia e na República Checa.

A operação, no valor de 740 milhões de euros, faz parte dos compromissos assumidos pela empresa luxemburguesa para que o executivo comunitário aprovasse a compra da siderúrgica italiana Ilva, tal como ficou acordado em 2018. Agora, o negócio acaba por não se realizar.


Notícias relacionadas

ArcelorMittal chega a acordo com sindicatos da Ilva
A ArcelorMittal anunciou hoje que chegou a acordo com os sindicatos da italiana Ilva. Segundo o comunicado da gigante do aço, o acordo é provisório, mas “um marco importante” na proposta de aquisição da empresa italiana.
ArcelorMittal quer vender unidade de Dudelange
A gigante do aço ArcelorMittal está disponível para se desfazer de alguns ativos, entre os quais a unidade de Dudelange. Tudo para que a Comissão Europeia dê luz verde à compra do grupo italiano Ilva. O ministro da Economia, Étienne Schneider, já disse estar contra esta cedência.