Escolha as suas informações

Anuário das empresas: Luxemburgo tem mais empresas de construção do que empresas financeiras
O sector da construção civil tem 3.522 empresas registadas no Luxemburgo

Anuário das empresas: Luxemburgo tem mais empresas de construção do que empresas financeiras

Foto: Shutterstock
O sector da construção civil tem 3.522 empresas registadas no Luxemburgo
Economia 10.11.2014

Anuário das empresas: Luxemburgo tem mais empresas de construção do que empresas financeiras

O Luxemburgo tem mais empresas de construção civil do que do sector financeiro. Os dados foram divulgados esta segunda-feira pelo STATEC.

O Luxemburgo tem mais empresas de construção civil do que do sector financeiro. Os dados foram divulgados esta segunda-feira pelo STATEC.

As finanças e os seguros podem ser as actividades que fazem mais dinheiro no Luxemburgo, mas no entanto representam menos de 4% das empresas registadas no Grão-ducado (1.193 empresas num total de 30.476).

Segundo os números do STATEC, o sector com mais empresas é o da reparação e comércio automóvel, que representa quase um quarto das empresas (7.529 empresas, ou seja, 24%).

As empresas que operam nos domínios científicos e técnicos estão em segundo lugar, com 19,5% (5.954 empresas), seguida do sector da construção civil, com 11,6% (3.522 empresas).

A hotelaria e restauração são responsáveis por 9% das empresas (2.730), enquanto o sector da informação e das comunicações tem 6,9% (2.092 empresas).


Notícias relacionadas

STATEC: Emprego no sector financeiro cresce 3,1%
A praça financeira luxemburguesa emprega atualmente 46.800 pessoas, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (STATEC), referentes ao primeiro trimestre deste ano. O número traduz um crescimento de 3,1%, face a igual período de 2016.
Em 2015: Falências aumentaram no Luxemburgo
O número tinha sido avançado em Janeiro pela instituição alemã Creditreform mas, só agora, foi oficialmente confirmado pela Secretária de Estado da Economia, Francine Closener. No ano passado, 873 empresas declararam falência no Luxemburgo, um aumento de 3,3% face a 2014.
Hoje em Kirchberg: No Fórum ICT Spring, Luxemburgo quer rimar com futuro
Especialistas das novas tecnologias e comunicações (ICT), empresas do sector aeroespacial, robótica, ciber-segurança, 'fintech' (tecnologias da economia e das finanças) são os convidados de mais um fórum ICT Spring Luxembourg, que decorre desde terça e termina hoje no centro de conferências em Kirchberg.