Escolha as suas informações

ALEBA. Sistema do 'index' tem de ser reformado
Economia 16.09.2022
Indexação

ALEBA. Sistema do 'index' tem de ser reformado

Indexação

ALEBA. Sistema do 'index' tem de ser reformado

Foto: Shutterstock
Economia 16.09.2022
Indexação

ALEBA. Sistema do 'index' tem de ser reformado

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O sindicato sugere que a indexação seja faseada segundo o salário da pessoa, ou seja, uma taxa menos elevada para os salários mais elevados.

“É preciso ajudar as famílias a não perderem ainda mais poder de compra”. Esta é uma das reivindicações do principal sindicato dos banqueiros, ALEBA, que num comunicado pede que o sistema da indexação dos salários seja reformado.

Nos últimos dias ocorreram encontros bilaterais entre Governo, patronato e sindicato, a fim de preparar a próxima tripartida que se vai reunir a partir deste domingo. 


No pior cenário económico, haverá cinco indexações aos salários em 2023
Neste cenário, o gás seria 225% mais caro no próximo outono e inverno, em comparação com este verão. Os preços da eletricidade aumentariam 50%. Mas o Governo também libertaria mais tranches do 'index'.

O objetivo é encontrar soluções para ajudar famílias e empresas a fazer face ao aumento dos preços da energia, que tem como consequência o aumento de outros bens e serviços.

Para o sindicato, é inevitável que este ano ainda ocorra uma indexação dos salários, visto os últimos dados publicados pelo instituto de estatísticas, Statec. 

Porém, a ALEBA frisa que é preciso reformar o sistema da indexação dos salários, nem que seja limitado no tempo. 

Uma forma de evitar que se adie novamente uma indexação, sobretudo das pessoas que precisam de mais dinheiro ao fim do mês, para poder viver decentemente.

O sindicato sugere que a indexação seja faseada segundo o salário da pessoa, ou seja, uma taxa menos elevada para os salários mais elevados.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas