Escolha as suas informações

9% dos trabalhadores têm contrato a termo no Luxemburgo
Economia 23.05.2018 Do nosso arquivo online

9% dos trabalhadores têm contrato a termo no Luxemburgo

9% dos trabalhadores têm contrato a termo no Luxemburgo

Foto: Shutterstock
Economia 23.05.2018 Do nosso arquivo online

9% dos trabalhadores têm contrato a termo no Luxemburgo

No Luxemburgo, 9% dos trabalhadores entre os 15 e os 64 anos tinham um contrato a termo certo no ano passado. Esta é a décima taxa mais baixa entre os países da União Europeia (UE) e fica muito abaixo da média, que é de 14,3%.

No Luxemburgo, 9% dos trabalhadores entre os 15 e os 64 anos tinham um contrato a termo certo no ano passado. Esta é a décima taxa mais baixa entre os países da União Europeia (UE) e fica muito abaixo da média, que é de 14,3%.

De acordo com os dados do Eurostat, os contratos temporários são mais comuns entre as mulheres - com uma percentagem de 9,3% - do que entre os homens, em que a fatia de trabalhadores com contrato a termo no Luxemburgo era de 8,7%.

É entre os jovens entre os 15 e os 24 anos que os contratos a termo são mais comuns. A tendência é transversal em todos os países europeus. No Grão-Ducado esta taxa chega aos 40%.

O cenário é muito pior em Portugal, em que mais de um em cada cinco trabalhadores - o que equivale a 22% - tem contrato a termo certo. Aquele tipo de vínculo laboral atinge quase os 66% dos jovens entre os 15 e os 24 anos.

Acima de Portugal, só Espanha e a Polónia apresentam mais contratos a termo. A Roménia, Lituânia e Letónia são os que menos contratos temporários têm.


Notícias relacionadas

Portugueses no Luxemburgo
São quatro gerações de portugueses que vivem no Luxemburgo. Contam vidas sofridas. As saudades de Portugal falam sempre mais alto. Quem já está reformado, com os filhos e os netos aqui, acaba por ficar no Luxemburgo. Sempre com a vida dividida entre os dois países.