Escolha as suas informações

360 mil BMW chamados às oficinas na China

360 mil BMW chamados às oficinas na China

Foto: DPA
Economia 17.04.2019

360 mil BMW chamados às oficinas na China

Situação está relacionada com airbags defeituosos.

Cerca de 360 mil veículos da marca BMW e de 20 modelos diferentes, com matrículas datadas do período entre 2000 e 2018, foram chamados às oficinas na China no âmbito da verificação de airbags defeituosos. Segundo a agência France Presse, trata-se de uma campanha mundial que visa a substituição do equipamento com defeito da marca japonesa Takata, algo que deverá obrigar perto de 100 milhões de viaturas de todas as marcas a uma passagem pelas oficinas no mundo inteiro.

Desde 2013, à escala mundial, duas dezenas de pessoas perderam a vida em acidentes de viação com ligação a estes equipamentos. A troca dos produtos em causa é também explicada pelo receio dos fabricantes no sentido de que possam projetar resíduos em direção aos passageiros no momento em que são acionados.

A France Presse lembra que a empresa japonesa, fundada em 1933, acabou por sucumbir ao escândalo dos airbags defeituosos em 2014, declarando falência três anos mais tarde. O grupo seria adquirido pela Key Safety Systems por 1,6 mil milhões de dólares e recebeu uma nova designação: Joyson Safety Systems.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.