Escolha as suas informações

Vídeo. Djokovic vence Nadal e conquista Open da Austrália
Desporto 27.01.2019 Do nosso arquivo online

Vídeo. Djokovic vence Nadal e conquista Open da Austrália

Vídeo. Djokovic vence Nadal e conquista Open da Austrália

Foto: AFP
Desporto 27.01.2019 Do nosso arquivo online

Vídeo. Djokovic vence Nadal e conquista Open da Austrália

Foi o sétimo triunfo para o tenista sérvio que, deste modo, passa a ser recordista na prova. Ao mesmo tempo chegou aos 15 troféus do Grand Slam e ultrapassa Pete Sampras.

O tenista sérvio Novak Djokovic, líder do ranking mundial, derrotou o espanhol Rafael Nadal (número 2 da tabela) na final do Open da Austrália com os parciais de 6-3, 6-2 e 6-3, chegando aos sete triunfos nesta prova, algo que o transforma em recordista: ultrapassa as seis vitórias do australiano Roy Emerson e do suíço Roger Federer. E alcança 15 troféus do Grand Slam, isolado à frente dos 14 de Pete Sampras e mantendo-se atrás dos 20 de Federer e dos 17 de Nadal. 

Pouco depois do sucesso (que já alcançara em 2008, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2016) partilhava no Twitter imagens dos seus festejos.


No 53º duelo entre os dois tenistas lendários, Djokovic foi mais forte pela 28ª vez e considerou que se tratou de "um jogo perfeito". Quanto ao facto de ultrapassar um nome lendário da modalidade em número de troféus do Grand Slam como o norte-americano Pete Sampras, 'Nole' referiu, citado pelo site do ATP: "Sampras é alguém que me habituei a admirar desde o meu começo no ténis. Uma das primeiras imagens de que me recordo é dele a jogar em Wimbledon e a ganhar, creio que o seu primeiro título, em 1993. Eu era apenas um miúdo de Kopaonik, uma estância de montanha no sul da Sérvia e nunca tinha visto alguém tocar numa raquete à minha frente, até porque não tinha tradições familiares no ténis. Penso que foi um sinal do destino para começar a jogar ténis e para que, um dia, aspirasse a ser tão bom como ele. Ultrapassá-lo em títulos? Nem sei o que dizer!".

Aos 31 anos, Novak Djokovic conseguiu a 73ª vitória em torneios do circuito profissional de ténis. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Tenista sérvio venceu a final do torneio britânico do Grand Slam pela quarta vez, batendo o sul-africano Kevin Anderson com os parciais de 6-2, 6-2 e 7-6(3).
O tenista luxemburguês Gilles Muller (ATP 26, 16° cabeça de série) bateu esta segunda-feira à noite o número 2 mundial, o espanhol Rafael Nadal, nos oitavos de final de Wimbledon. Muller precisou de cinco 'sets' para triunfar, tendo vencido com os parciais de 6-3, 6-4, 3-6, 4-6 e 15-13.
Luxembourg's Gilles Muller returns against Spain's Rafael Nadal