Escolha as suas informações

Uruguai e Portugal jogam em Sochi para 13,7 milhões

Uruguai e Portugal jogam em Sochi para 13,7 milhões

Foto: AFP
Desporto 29.06.2018

Uruguai e Portugal jogam em Sochi para 13,7 milhões

Este é o valor do prémio que a FIFA atribui pela presença nos quartos de final do Mundial. Partida começa este sábado às 20h. Antes, a partir das 16h, defrontam-se França e Argentina em Kazan.

O Uruguai-Portugal deste sábado, às 20h, em Sochi, vale a qualificação para os quartos de final do Mundial e o consequente prémio de 13,7 milhões de euros atribuído pela FIFA a todas as seleções que se apurarem.

"Vai ser um grande jogo entre duas seleções que querem ganhar usando as armas que têm", defende Fernando Santos, selecionador de Portugal. Óscar Tabárez, responsável técnico dos uruguaios, não esconde que "seria fantástico eliminar os campeões europeus".

De cada lado há argumentos de peso para decidir o jogo a qualquer momento e Santos, ao antever o confronto, não se esqueceu de fazer uma avaliação global. "A primeira virtude é a equipa. Tem um treinador experiente que está há 12 anos no comando da seleção. Por outro lado, os seus jogadores são fortíssimos. É uma equipa forte e equilibrada nos diversos setores e, em 2018, não sofreu um só golo".

Tabárez elogia a equipa de Portugal, mas não foge ao caminho óbvio. "Ronaldo é um jogador de elite, um grande avançado, é o líder da equipa, não podemos ter apenas um jogador a tentar pará-lo, terá de ser toda a equipa. Mas focámo-nos em todos os jogadores, porque a seleção portuguesa é um coletivo de qualidade. Estamos perto do objetivo que é sermos campeões e vamos ter calma e serenidade durante o jogo", afirma.

Quanto ao técnico português, reafirma que a seleção nacional está pronta para os diversos desafios que terá de enfrentar durante o jogo com a equipa sul-americana. "Preparámo-nos e estudámos bem o adversário porque, dentro daquilo que são as suas forças, há sempre algumas fraquezas que podemos tentar explorar. Importante mesmo é pensarmos bem naquilo que podemos fazer num jogo em que competem duas equipas fortes".

O jogo será arbitrado pelo mexicano César Ramos que, no ano passado, arbitrou um jogo entre as duas seleções, mas no Mundial de sub-20 (2-2).

Horas antes, às 16h, França e Argentina batem-se, em Kazan, também pela presença nos quartos-de-final e o vencedor deste jogo irá defrontar o vencedor do Uruguai-Portugal. 

  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas