Escolha as suas informações

Taça de Portugal de futebol: Rui Vitória diz que exigência do Benfica não muda após adeus à Europa
Desporto 4 min. 12.12.2017

Taça de Portugal de futebol: Rui Vitória diz que exigência do Benfica não muda após adeus à Europa

O treinador do Benfica, Rui Vitória

Taça de Portugal de futebol: Rui Vitória diz que exigência do Benfica não muda após adeus à Europa

O treinador do Benfica, Rui Vitória
AFP
Desporto 4 min. 12.12.2017

Taça de Portugal de futebol: Rui Vitória diz que exigência do Benfica não muda após adeus à Europa

O treinador do Benfica elogiou hoje o Rio Ave e recusou a ideia de que a conquista da Taça de Portugal de futebol tenha agora uma importância maior para os 'encarnados' após a eliminação das competições europeias.

O treinador do Benfica elogiou hoje o Rio Ave e recusou a ideia de que a conquista da Taça de Portugal de futebol tenha agora uma importância maior para os 'encarnados' após a eliminação das competições europeias.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal frente aos vilacondenses, Rui Vitória assumiu a sua expetativa de um "jogo interessante e bem disputado" e o contexto especial de ser um "jogo de decisão", mas frisou que o objetivo é o mesmo dos outros encontros: ganhar.

"No ano passado passámos a fase de grupos e vencemos a Taça de Portugal. A responsabilidade não sobe nem desce. Estamos cá para passar a próxima eliminatória, não mexe em nada com a nossa exigência. Se estivéssemos ainda nas competições europeias diria a mesma coisa: cá estaríamos para vencer", afirmou.

As boas exibições da equipa comandada pelo treinador Miguel Cardoso não passaram despercebidas a Rui Vitória, que reconheceu as "caraterísticas bem vincadas e interessantes" do que diz ser uma "das boas equipas do campeonato" português.

"Sabemos que jogar este jogo é fundamental. A forma que temos de contrariar é impor a nossa forma de jogar e olhar muito para nós. Como vamos impor a nossa forma de jogar é a questão mais importante. O Rio Ave tem jogadores de qualidade e joga com a equipa relativamente subida, mas, para nós, é mais do mesmo: queremos vencer", disse.

O peso de estar em causa uma possível eliminação de mais uma competição, depois do adeus à Liga dos Campeões, foi admitido por Rui Vitória, mas sem deixar de salientar que a particularidade do encontro altera mais a postura do adversário do que a do Benfica, que esta época até já mediram forças e não foram além de um empate (1-1) na quarta jornada da I Liga.

"Estes jogos têm impacto nos jogadores das outras equipas e é um contexto algo diferente, porque pode jogar-se prolongamento ou penáltis. Há variáveis que temos de equacionar e que não há no campeonato. Não varia muito em relação a nós, varia mais do lado do adversário. Alguém vai ter de ganhar ou perder e isso muda um pouco a cabeça dos jogadores", explicou.

Com a aproximação do mês de janeiro intensificam-se os rumores de entradas e saídas no plantel do tetracampeão nacional, mas o técnico do clube da Luz evitou alongar-se em comentários, salientando que ainda é prematuro abordar o assunto.

"Na imprensa vale o que vale. Enquanto não sair da nossa boca pouco significado tem. Normalmente, o mês de janeiro termina mesmo só no dia 31 à meia-noite. Falar disto agora é muito precipitado. Tenho um lote de jogadores que deu para escolher 20 convocados. Alguns não vão a Vila do Conde, mas é a lei da vida", finalizou.

Miguel Cardoso promete um Rio Ave a “dar tudo” para vencer o Benfica

O treinador do Rio Ave, Miguel Cardoso, disse hoje que a sua equipa "tudo fará para vencer o Benfica" na partida de quarta-feira, dos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol.

O técnico da formação vila-condense referiu que o seu grupo de trabalho tem "uma grande vontade de estar na final do Jamor" e que, por isso, "não pretende desperdiçar a oportunidade".

"O sorteio deu-nos uma oportunidade, sabemos que para disputar a final temos, antes, de fazer jogos importantes e com adversários fortes. Temos de ser muito competentes e estar no limite das nossas possibilidades, porque queremos ganhar o jogo", sublinhou Miguel Cardoso.

O treinador do clube da foz do Ave prometeu, para este jogo, "uma equipa a trabalhar, desde o primeiro minuto, para cumprir o objetivo definido para esta competição [chegada à final], assegurando um Rio Ave "forte, unido e muito focado na obtenção da vitória".

"Como treinador, só tenho de alimentar esse desejo da minha equipa e dotá-la de pressupostos que possam ser decisivos para este jogo com o Benfica, de modo a que os jogadores possam entrar em campo competentes", afirmou Miguel Cardoso.

As duas equipas já se encontraram esta época, para o campeonato, em que o Benfica não conseguiu ir além de um empate no estádio dos Arcos. Apesar do palco deste duelo da taça ser o mesmo, Miguel Cardoso evitou comparações entre jogos anteriores.

"A nossa atitude não é estar a olhar para o passado, seja ele da quinta jornada ou ainda mais longínquo", disse o treinador dos vila-condenses, completando: "Acredito que o Benfica vai ter o mesmo respeito por nós do que nós temos por eles e que ambos tentaremos impor a nossa ideia de jogo."

Miguel Cardoso espera, por isso, "um Benfica forte, competente, que vai criar um contexto de jogo que exigirá o máximo dos máximos do Rio Ave", mas deixou uma garantia: "Reconheço que o adversário tem características diferenciadas, mas é nossa intenção abordar o jogo com o foco no que podemos fazer. É a nossa responsabilidade condicionar o jogo do Benfica."

O técnico, que como habitualmente não divulga a lista de convocados, tem todo o grupo à disposição para este desafio, voltando a contar com o 'capitão' Tarantini, que regressa após ter cumprido um jogo de castigo.

O desafio entre o Rio Ave e o Benfica, a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal, está marcado para esta quarta-feira, às 22:00 (hora do Luxemburgo), no Estádio do Rio Ave Futebol Clube, em Vila do Conde.

(atualizada às 19:45)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas