Escolha as suas informações

Olímpicos. Patrícia Mamona avança para final
Desporto 3 min. 30.07.2021
Tóquio2020

Olímpicos. Patrícia Mamona avança para final

Tóquio2020

Olímpicos. Patrícia Mamona avança para final

Foto: AFP
Desporto 3 min. 30.07.2021
Tóquio2020

Olímpicos. Patrícia Mamona avança para final

Lusa
Lusa
A judoca Rochele Nunes, a velejadora Carolina João e a seleção de andebol saíram da competição.

A portuguesa Patrícia Mamona conquistou esta sexta-feira o passaporte a final da prova do triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao alcançar a marca de 14,54 metros, que assegura a qualificação direta.

Patrícia Mamona, de 32 anos, conseguiu a marca logo no primeiro salto, quando necessitava de igualar ou superar 14,40 metros ou ser uma das 12 melhores da qualificação, para estar na final olímpica, no domingo, a partir das 20:15 locais (12:15 em Lisboa).

A campeã da Europa em pista coberta, em 2021, e ao ar livre, em 2016, tem como melhor resultado do ano os 14,66 metros obtidos no triunfo na etapa da Liga de Diamante do Mónaco, em 09 de julho, que lhe permitiram reforçar o recorde nacional, que já lhe pertencia.

Diogo Costa e Pedro Costa

Também os irmãos velejadores Diogo Costa e Pedro Costa admitiram que a vitória na quinta regata na classe 470 de Tóquio2020 lhes dá “motivação e confiança” para chegarem à regata das medalhas.

Os dois velejadores lusos, que cumprem a estreia olímpica, subiram três posições na geral, para a 12.ª, depois de quinta-feira fecharem o dia no 15.º posto, com a sexta regata da classe a render um 13.º posto.

Já Diogo Costa voltou a reforçar as quatro regatas “bastante complicadas” até aqui, que deixaram os vice-campeões mundiais no 15.º lugar, antes de hoje recuperarem três postos.

José Lima e José Costa

Os velejadores portugueses Jorge Lima e José Costa venceram hoje a nona regata da competição de 49er dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, subindo à sexta posição na geral da prova.

A dupla, que na quinta-feira tinha conseguido um quinto lugar e uma desclassificação por partida adiantada, foi hoje 10.ª na oitava regata e venceu depois a nona, recuperando assim quatro lugares.

No sábado, disputam-se as últimas três regatas da fase regular, com os 10 melhores a disputarem uma ‘medal race’, marcada para 02 de agosto.

Carolina João

A portuguesa Carolina João terminou hoje a competição de vela Laser Radial de Tóquio2020 no 34.º posto, após 10 regatas, falhando o acesso à corrida das medalhas na estreia em Jogos Olímpicos.

A jovem velejadora teve hoje o seu melhor dia, com um 21.º posto e um 14.º, nas nona e 10.ª regatas, respetivamente, ainda que tenha cedido um posto, para o 34.º final, em relação ao penúltimo dia de provas na categoria.

João estreou-se em Jogos Olímpicos com 24 anos, sucedendo a Sara Carmo no Laser Radial, depois dos 27.º e 28.º lugares no Rio2016 e Londres2012, respetivamente.

Rochele Nunes

A judoca portuguesa Rochele Nunes terminou hoje os Jogos Olímpicos Tóquio2020 em nono lugar na categoria de +78 kg, depois de perder com a cubana Idalys Ortiz, no seu segundo combate no Nippon Budokan.

Diante de Ortiz, líder mundial e múltipla medalhada em Jogos Olímpicos, com ouro em Londres2012, prata no Rio2016 e bronze em Pequim2008, Rochele Nunes perdeu já aos 1.58 minutos do 'golden score', prolongamento do combate, por waza-ari.

Na primeira ronda, a judoca portuguesa, 11.ª do mundo, tinha vencido a porto-riquenha Melissa Mojica, 23.ª, ao pontuar com um waza-ari a cerca ade 16 segundos do final.

Andebol

Portugal perdeu com a Dinamarca (28-34) na quarta jornada do Grupo B do torneio olímpico de Andebol. Foi a terceira derrota na primeira participação nos Jogos Olímpicos.

A Dinamarca é a atual campeã do mundo e vencedora da medalha de ouro em 2016. Os nórdicos acabaram por confirmar o favoritismo e somaram a quarta vitória consecutiva.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O português Tiago Monteiro (Honda) alcançou este domingo a liderança do Mundial de Carros de Turismo (WTCC), depois de vencer e terminar em segundo as duas corridas da segunda prova da temporada, no Slovakia Ring, Eslováquia.
Piloto pertuguês conseguiu a primeira vitória do ano