Escolha as suas informações

Cerimónia oficial marca o início dos Jogos Olímpicos
Desporto 32 23.07.2021
Tóquio2020

Cerimónia oficial marca o início dos Jogos Olímpicos

Tóquio2020

Cerimónia oficial marca o início dos Jogos Olímpicos

Jan Woitas/dpa-Zentralbild/dpa
Desporto 32 23.07.2021
Tóquio2020

Cerimónia oficial marca o início dos Jogos Olímpicos

Redação
Redação
Esta sexta-feira, 23, é dado o arranque oficial da maior competição desportiva mundial.

Esta sexta-feira, 23, foi dado o arranque oficial da maior competição desportiva mundial que vai durar até oito de agosto. 11 mil atletas viajaram de 206 países para competir em 33 modalidades, em Tóquio.

O Luxemburgo está representado com 12 atletas em cinco modalidades e Portugal apresenta-se com mais de 90 portugueses em Tóquio. No entanto, já houve uma desistência por parte da comitiva portuguesa. O surfista Frederico Morais testou positivo para a covid-19 e vai falhar a competição. 

 

A bandeira olímpica foi hasteada, além de ecoado o hino olímpico, seguido do juramento olímpico, lido por Ryota Yamagata (atletismo) e Kasumi Ishikawa (ténis de mesa), representantes de todos os atletas, e de discursos da presidente dos Jogos, Seiko Hashimoto, e do presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

A chama olímpica entrou no estádio pelas mãos de Tadahiro Nomura, tricampeão olímpico de judo, em 1996, 2000 e 2004, e Saori Yoshida, tricampeã olímpica na luta livre, além de ter ainda uma medalha de prata, 'concedida' no Rio2016 em um de três combates que perdeu na carreira.

Depois, deu uma volta nas mãos de vários antigos atletas, jovens estudantes e profissionais de saúde, e foi levada por Osaka, vencedora de quatro torneios do 'Grand Slam' e favorita ao torneio, ao caldeirão, desenhado pelo canadiano educado em Tóquio Oki Sato.

Antes, já o imperador japonês, Naruhito, havia declarado abertos os Jogos, perante um estádio vazio, apenas com jornalistas e outros profissionais acreditados, dadas as condicionantes da pandemia de covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Olimpíadas de sofá
Ainda sobre a soporífera cerimónia de abertura dos JO de Tóquio há que deixar uma menção honrosa para a delegação portuguesa, que entrou com esfusiante alegria no recinto. Devia haver medalhas para isto, para o caso de não se alcançarem das outras.