Escolha as suas informações

Comité Olímpico proíbe divulgação de protesto contra o racismo
Desporto 21.07.2021
Tóquio 2020

Comité Olímpico proíbe divulgação de protesto contra o racismo

Tóquio 2020

Comité Olímpico proíbe divulgação de protesto contra o racismo

Foto: AFP
Desporto 21.07.2021
Tóquio 2020

Comité Olímpico proíbe divulgação de protesto contra o racismo

O Comité Olímpico Internacional e os organizadores de Tóquio 2020 proibiram as equipas de comunicação dos Jogos Olímpicos de publicar fotografias de atletas que se ajoelhem contra o racismo, revelou o The Guardian.

Fonte anónima revelou que a mensagem lhe terá sido entregue na terça-feira à noite, hora local, com uma referência ao primeiro jogo de futebol feminino entre o Reino Unido e o Chile que se realizou esta manhã com a vitória da equipa britânica.

A imagem de ambas as equipas a ajoelhadas, num protesto contra o racismo e o ódio online, foi vista na televisão ao vivo e o gesto foi seguido por jogadores dos Estados Unidos e da Suécia, bem como por jogadores da Nova Zelândia.

Contudo, nenhuma destas imagens poderosas foi publicada no blogue oficial de Tóquio 2020, ou nas suas páginas nas redes sociais. Também não foram vistas em nenhum outro meio do Comité Olímpico Internacional (COI).

Esta fonte afirmou ao The Guardian que acha estranha a posição do COI, uma vez que a organização enaltece imagens icónicas de protesto, incluindo a de Tommie Smith e John Carlos de punho levantado para protestar contra o tratamento injusto dos negros nos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de 1968.

O protesto é agora permitido durante a competição desde que seja pacífico e que não interrompa a competição, com respeito pelos adversários. No entanto, há sanções previstas para protestos realizados no pódio.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.