Escolha as suas informações

Sporting empata em casa com Tondela e falha acesso à 'Champions'

Sporting empata em casa com Tondela e falha acesso à 'Champions'

Foto: Lusa
Desporto 3 min. 12.05.2019

Sporting empata em casa com Tondela e falha acesso à 'Champions'

Jogo acabou empatado a um golo.

O Sporting ficou hoje sem hipóteses de disputar a Liga dos Campeões de futebol na próxima temporada, ao empatar em casa com o Tondela, a um golo, na 33.ª e penúltima jornada da I Liga.

No Estádio José Alvalade, em Lisboa, Bruno Fernandes inaugurou o marcador de grande penalidade, aos seis minutos, naquele que foi o seu 32.º tento na época e 20.º na prova, enquanto o Tondela respondeu na segunda parte, aos 67, através de Tomané, e quando já estava em superioridade numérica, depois da expulsão de Ristovski, aos 37, por agressão a Juan Delgado.

O Tondela, que nunca triunfou em Alvalade, conseguiu somar um ponto importante para a permanência - é agora 15.º, com 32 pontos -, e interromper uma série de 10 triunfos seguidos – nove no campeonato do Sporting, que está no terceiro posto, com 74, e já não pode matematicamente chegar ao segundo.

O técnico Marcel Keizer optou por não fazer qualquer alteração no ‘onze’, relativamente aquele que goleou o Belenenses no Jamor, por 8-1, na última ronda da prova.

Já Pepa procedeu a duas alterações nos titulares que perderam (3-1) na receção ao Santa Clara, trocando António Xavier por João Jaquité, no meio-campo, e Patrick Fernandes por Juan Delgado, no ataque.

Ainda nem estava cumprido o primeiro minuto do encontro quando Tomané quase teve sucesso no frente a frente com Renan Ribeiro, atirando a bola para a fora, depois de aproveitar o mau passe de Borja para Mathieu.

A resposta do Sporting não se fez esperar e, no primeiro ataque de que dispôs, aos quatro minutos, colocou-se em vantagem, face à falta cometida por Ricardo Costa sobre Luiz Phelyppe dentro da grande área, que Bruno Fernandes aproveitou para marcar e ficar a um golo do benfiquista Seferovic no topo dos marcadores.

O tento madrugador acabou por deixar os tondolenses algo abatidos, mostrando-se com pouca capacidade para construir jogadas e para anular o meio campo adversário.

Instantes depois, um livre direto do defesa Mathieu quase deixou cair por terra as aspirações do Tondela de sair com pontos de Lisboa, com a bola a rasar a barra de Cláudio Ramos.

Com uma postura expectante, à espera de nova desatenção ‘leonina’ ou de apanhar a defensiva adversária descompensada, a equipa de Pepa não mais assustou Renan Ribeiro, mas a expulsão do macedónio Ristovski, a terceira da temporada, aos 27 minutos, deixou tudo em aberto para o resto do desafio.

A jogar com mais um elemento, o Tondela bem que procurou chegar ao empate, contudo Keizer soube colocar a equipa a fechar bem os espaços e anular o último passe do adversário, ao mesmo tempo em que via o seu ponta de lança Luiz Phellype ser perdulário no capítulo da finalização, por duas vezes.

Primeiro, um passe ‘teleguiado’ de Raphinha para Bruno Fernandes terminou com a ‘mancha’ de Cláudio Ramos e, na recarga, o brasileiro atirou por cima da barra. Depois, surgiu isolado a passe do ‘8’ dos ‘leões’ e voltou a não acertar com a baliza.

Seguiu-se novo desperdício, agora por Mathieu, pouco antes dos visitantes recolocarem a igualdade no marcador, por intermédio de Tomané, aos 67 minutos.

Um remate de João Jaquité desviado na defensiva do Sporting já tinha deixado Renan apavorado, mas foi na cobrança de canto que os tondolenses empataram, com Coates a perder o duelo aéreo com Bruno Monteiro e a ver a bola sobrar para o melhor marcador do Tondela faturar.

O Sporting terminou o encontro a pressionar, ainda teve, novamente, na cabeça de Luiz Phellype a possibilidade de voltar a marcar, mas Cláudio Ramos voltou a exibir-se a grande nível e a justificar defender outras cores mais ambiciosas.

Lusa


Notícias relacionadas