Escolha as suas informações

Sporting corta água e luz da sede da Juve Leo
Desporto 04.12.2019

Sporting corta água e luz da sede da Juve Leo

Sporting corta água e luz da sede da Juve Leo

Foto: LUSA
Desporto 04.12.2019

Sporting corta água e luz da sede da Juve Leo

Tensão entre a maior claque de Alvalade e Frederico Varandas não abranda. Adeptos dizem que o presidente do clube "continua a não estar preocupado" com as exibições dos leões.

O Sporting cortou na segunda-feira a água e a luz da sede da claque Juventude Leonina, que acusou o presidente do clube de "continuar a não estar preocupado" com as exibições da equipa de futebol.

Através da sua página oficial do Facebook, a ‘Juve Leo’ mostrou-se indignada e surpresa com o sucedido, considerando que a atitude da direção, presidida por Frederico Varandas, é “mais um ato de perseguição”.

"Como a nossa equipa de futebol está a fazer um campeonato brilhante e que, como claramente, a culpa disso é dos GOA, a primeira medida desta direção, após o jogo em Barcelos foi cortar a água e a luz à sede da Juventude Leonina", escreveu o Grupo Organizado de Adeptos [GOA] do Sporting.

A claque mais antiga do clube lisboeta reforça que Frederico Varandas não se mostra importado com o futebol apresentado pelos ‘leões’ e lembra que, para a equipa ter apoio nos estádios, os adeptos “têm de percorrer o país de lés a lés, ao frio, à chuva, gastar do seu ordenado e abdicar de estar com as suas famílias”.

A Juve Leo acrescenta que depois de ter visto vários adeptos serem impedidos de entrar no Estádio Cidade de Barcelos, no passado domingo, com os seus cachecóis e camisolas alusivos, avançou com uma queixa junto da Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto.

No domingo, o Sporting saiu derrotado por 3-1, diante do Gil Vicente, em jogo da 12.ª jornada da I Liga, sendo quarto classificado no campeonato, com 20 pontos, menos 13 do que o líder Benfica.

Lusa