Escolha as suas informações

Sá Pinto assina por dois anos como treinador do Sporting de Braga
Desporto 03.07.2019 Do nosso arquivo online

Sá Pinto assina por dois anos como treinador do Sporting de Braga

Sá Pinto assina por dois anos como treinador do Sporting de Braga

Foto: Lusa
Desporto 03.07.2019 Do nosso arquivo online

Sá Pinto assina por dois anos como treinador do Sporting de Braga

O antigo internacional português orientou na época passada os polacos do Legia de Varsóvia, mas não terminou a temporada, tendo sido despedido em abril deste ano.

Ricardo Sá Pinto, de 46 anos, é o novo treinador do Sporting de Braga, substituindo no cargo Abel Ferreira, informou hoje o clube da I Liga de futebol à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM.

De acordo com a nota enviada à CMVM, o treinador português assinou um contrato de duas temporadas com os minhotos e vai ser acompanhado pelos adjuntos Rui Mota, Guilherme Gomes e Carlos Campos, mantendo-se o treinador de guarda-redes Jorge Vital.

O antigo internacional português orientou na época passada os polacos do Legia de Varsóvia, mas não terminou a temporada, tendo sido despedido em abril deste ano.

Ricardo Sá Pinto começou a carreira de treinador principal no Sporting, em 2011/12, substituindo então Domingos Paciência e depois de, na época anterior, ter sido o técnico dos juniores dos 'leões'.

O técnico começou a temporada 2012/13 na equipa 'verde e branca', mas saiu no início de outubro, tendo ingressado a seguir no Estrela Vermelha, da Sérvia.

Em 2013/14 e 2014/15, esteve no campeonato grego, primeiro no OFI e depois no Atromitos, clube a que voltaria em 2016/17, depois de passagens por Belenenses e El Fateh, da Arábia Saudita.

Antes da experiência na Polónia, Sá Pinto orientou os belgas do Standard de Liège.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Custódio, até agora treinador dos juvenis do Sporting de Braga, é o novo técnico da equipa principal e deve ser apresentado hoje à tarde, revelou à Lusa fonte do clube ‘arsenalista', terceiro classificado da I Liga de futebol.
“Eu queria ficar no clube. Pelo menos acabar a época”. Estas foram as primeiras palavras do treinador lusodescendente Seraphin Ribeiro que, nesta pausa de inverno, abandonou o comando técnico do FC Rodange, equipa que subiu à Liga BGL na última temporada.
O treinador lusodescendente, Seraphin Ribeiro