Escolha as suas informações

Sporting. Rúben Amorim diz que "não vale a pena pensar em títulos"
Desporto 2 min. 29.09.2022
Liga portuguesa

Sporting. Rúben Amorim diz que "não vale a pena pensar em títulos"

Rúben Amorim, treinador do Sporting.
Liga portuguesa

Sporting. Rúben Amorim diz que "não vale a pena pensar em títulos"

Rúben Amorim, treinador do Sporting.
Foto: EPA
Desporto 2 min. 29.09.2022
Liga portuguesa

Sporting. Rúben Amorim diz que "não vale a pena pensar em títulos"

Lusa
Lusa
O treinador não atira a ‘toalha ao chão’, mas reconhece que o grupo de trabalho tem de “ter noção da tabela classificativa” e que tem de “encarar isso com normalidade”.

Em conferência de imprensa, Rúben Amorim admitiu que a diferença de 11 pontos para o líder “são muitos pontos” e considerou que, por isso, “não vale a pena fazer contas”, mas assumiu que “o Sporting é sempre candidato a títulos”.

“Agora, sabemos do momento em que estamos. Não vale a pena pensar em títulos. No fim, faremos as contas, toda a gente vai assumir a sua responsabilidade, eu serei o primeiro a fazê-lo, mas isto ainda não acabou, ainda há muitos pontos em disputa”, lembrou o treinador dos ‘leões’, na Academia Sporting, em Alcochete.

Nesse sentido, Amorim não atira a ‘toalha ao chão’, mas reconhece que o grupo de trabalho tem de “ter noção da tabela classificativa” e que tem de “encarar isso com normalidade”, mas com “urgência de fazer pontos e ganhar jogos”.

É que se os ‘leões’ foram “tão exigentes durante dois anos” e consideraram “a época passada como escassa”, agora têm de ter a “noção da situação” em que se encontram.

“O treinador não vai dizer durante dois anos que a exigência é máxima, que ganhar dois títulos e ficar em segundo é escasso, e agora [dizer] que são épocas que acontecem. Eu terei sempre a mesma ideia: se no ano passado foi escasso, este ano estamos muito afastados em relação ao que devemos fazer”, assumiu.

Sobre a recente interrupção do campeonato, Rúben Amorim lembrou que uma paragem competitiva “nunca é boa quando o último jogo é uma derrota”, mas revelou que aproveitou “todos os minutos” para trabalhar jogadores como José Marsà ou Arthur Gomes, e entreabriu as portas da equipa ao defesa central espanhol na partida de sexta-feira, frente ao Gil Vicente.

“Poderá ser um jogador a iniciar o jogo, também não temos grandes opções, mas relembrar a pré-época que fez e é para isso que os jogadores da equipa B estão cá. Masrsà está cá para ganhar um lugar na equipa principal, está claramente preparado e fez uma excelente pré-época”, admitiu o treinador.

Sobre os lesionados, o técnico revelou que apenas o neerlandês St. Juste recuperou durante a paragem competitiva, mas ainda não está apto para entrar na equipa de início.

“O Coates não recupera, o Porro não recupera, o Neto não recupera. O St. Juste vai ser convocado, mas não pode jogar de início. O Jovane [Cabral] não recupera. Do [Daniel] Bragança não vamos estar a falar”, desvendou.

O Sporting recebe o Gil Vicente na sexta-feira, em encontro da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, com início marcado para as 19:00, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e arbitragem de Tiago Martins (AF Lisboa).

A equipa orientada por Rúben Amorim segue em oitavo lugar no campeonato, com 10 pontos, e procura reduzir a desvantagem para o líder Benfica (21 pontos), que visita o Vitória de Guimarães no domingo, assim como para o Sporting de Braga (19 pontos) e o FC Porto (16 pontos), que se defrontam também na sexta-feira.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Benfica, no melhor momento da época, recebe esta sexta-feira o FC Porto, a atravessar o pior, num encontro, da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que pode arredar em definitivo os ‘dragões’ da luta pelo título.
Espera-se um grande clássico no estádio da Luz, esta sexta-feira, a partir das 21h30 (hora do Luxemburgo)