Escolha as suas informações

Ronaldo volta ao Luxemburgo
Cristiano Ronaldo vai voltar ao Grão-Ducado para gáudio dos muitos portugueses residentes.

Ronaldo volta ao Luxemburgo

Foto: REUTERS
Cristiano Ronaldo vai voltar ao Grão-Ducado para gáudio dos muitos portugueses residentes.
Desporto 2 min. 05.12.2018

Ronaldo volta ao Luxemburgo

Álvaro Cruz
Álvaro Cruz
Cristiano Ronaldo deverá voltar ao Luxemburgo no próximo ano, concluindo a fase de apuramento de Portugal para o Campeonato da Europa de 2020. A seleção nacional virá jogar ao Grão-Ducado na última ronda de qualificação do agrupamento, a 17 de novembro, de acordo com o calendário definido para o Grupo B (ver texto ao lado). Quanto ao Portugal-Luxemburgo, esse jogo será realizado a 11 de outubro do próximo ano.

Mario Mutsch, capitão da seleção luxemburguesa e jogador mais internacional dos ’leões vermelhos’, considera o encontro contra a seleção lusa um jogo de festa para o Grão-Ducado: “Defrontrar Portugal, que é o campeão europeu em título, é muito gratificante e acima de tudo prestigiante. Para além de podermos contar com o estádio cheio devido à grande comunidade lusa aqui residente, o ambiente de festa em redor do estádio é contagiante e importante para o público”, garante o médio luxemburguês.

O selecionador nacional, Fernando Santos, mostrou-se cuidadoso com o resultado do sorteio do Europeu 2020, mas revelou agrado com a presença no Luxemburgo. Santos analisou os adversários:  “Defrontámos a Sérvia no apuramento para o Euro 2016. Tem excelentes jogadores, vários que foram campeões do Mundo [sub-20] há três anos. A Ucrânia coloca sempre grandes dificuldades no apuramento. E temos equipas em ascensão: a Lituânia, que penso nunca ter jogado com Portugal, mas eu joguei lá com a Grécia e é sempre muito difícil. O Luxemburgo tem vindo em melhoria e é um país onde temos o prazer de ir, porque tem muitos emigrantes”, disse. E acrescentou: “Não é um grupo teoricamente menos difícil. Sérvia e Ucrânia são equipas difíceis e que subiram à primeira liga da Liga das Nações”.

O treinador admitiu que Ucrânia e Sérvia são os principais opositores no caminho para o apuramento. “Olhando para o ranking, por aquilo que é a dimensão das equipas, diria que há três candidatos para dois lugares e que Portugal quer um deles”.

O apuramento vai decorrer entre 21 de março e 19 de novembro de 2019, qualificando 20 seleções para a fase final. As outras quatro vagas são decididas entre 26 e 31 de março de 2020 nos quatro playoffs relativos ao desempenho das seleções nas respetivas ligas da Liga das Nações.

Baku (Azerbaijão), Copenhaga (Dinamarca), Londres (Inglaterra), Munique (Alemanha), Budapeste (Hungria), Roma (Itália), Amesterdão (Holanda), Dublin (República da Irlanda), Bucareste (Roménia), São Petersburgo (Rússia), Glasgow (Escócia) e Bilbau (Espanha) são as cidades-sede do Europeu de 2020, cuja fase final se realiza de 12 de junho a 12 de julho desse ano. A final está marcada para o Estádio de Wembley, em Londres.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Entre candidatos e favoritos
Depois do título europeu conquistado em França, em 2016, o sonho de ser campeões do Mundo na Rússia paira nas cabeças de muitos portugueses, com certa legitimidade, embora a tarefa seja muito mais complicada que há dois anos. Quanto a isso, que nenhum adepto se iluda, porque a realidade é esta.
Depois da vitória do Europeu de 2016, Portugal vai tentar a conquista do Mundial de 2018.