Escolha as suas informações

Ronaldo suspenso por dois jogos por incidente com adepto autista
Desporto 23.11.2022
Futebol

Ronaldo suspenso por dois jogos por incidente com adepto autista

Futebol

Ronaldo suspenso por dois jogos por incidente com adepto autista

Kieran Cleeves/PA Wire/dpa
Desporto 23.11.2022
Futebol

Ronaldo suspenso por dois jogos por incidente com adepto autista

Lusa
Lusa
A Federação inglesa refere que Cristiano Ronaldo “admitiu que a sua conduta foi imprópria”, enquanto a comissão reguladora classificou a situação como “imprópria e violenta”, após a audição.

Cristiano Ronaldo foi castigado com dois jogos de suspensão e uma multa de 50.000 libras (58.000 euros), ainda referente ao gesto "impróprio" que teve para com um jovem adepto do Everton.

A suspensão, acrescida de multa e de uma advertência para o futuro, foi comunicada pela Federação Inglesa de Futebol (FA) e reporta-se ao incidente ocorrido no jogo da Liga inglesa com o Everton, em 09 de abril.


Cristiano Ronaldo
Ronaldo acusado de "conduta violenta" contra jovem autista de 14 anos
O caso remonta a abril, quando Ronaldo destruiu o telemóvel do adolescente ao dirigir-se para o balneário no final de um jogo entre o Manchester United e o Everton.

“Ele é suspenso para os próximos dois jogos de todas as competições internas em Inglaterra para os quais seja elegível, pelo Manchester United (ou outro clube)”, indicam as conclusões disciplinares da FA.

Após o jogo, que o Manchester United perdeu por 1-0 em Goodison Park, Cristiano Ronaldo terá dado uma pancada na mão de um adepto de 14 anos, que o filmava com o telemóvel, que caiu no chão à entrada para o túnel.

“Nunca é fácil lidar com as emoções em momentos difíceis como os que atravessamos. Porém, temos de ser sempre respeitadores, pacientes e dar o exemplo para todos os jovens que gostam de futebol”, escreveu então o avançado numa rede social.

Também na ocasião, a mãe do jovem adepto disse que o filho era autista e que ficou completamente em choque, num momento em que filmava os jogadores quando abandonavam o relvado, e a polícia britânica revelou ter aberto uma investigação ao incidente.

A Federação inglesa refere que Cristiano Ronaldo “admitiu que a sua conduta foi imprópria”, enquanto a comissão reguladora classificou a situação como “imprópria e violenta”, após a audição no âmbito do inquérito.

Na terça-feira, o Manchester United comunicou a rescisão, por mútuo acordo, com Cristiano Ronaldo, no seguimento de uma entrevista muito crítica do jogador ao clube, o que levará o internacional português a cumprir o castigo numa outra equipa, caso se mantenha em Inglaterra.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas