Escolha as suas informações

Real Madrid sagra-se campeão europeu pela 13.ª vez
Desporto 76 2 min. 26.05.2018 Do nosso arquivo online

Real Madrid sagra-se campeão europeu pela 13.ª vez

Real Madrid sagra-se campeão europeu pela 13.ª vez

AFP
Desporto 76 2 min. 26.05.2018 Do nosso arquivo online

Real Madrid sagra-se campeão europeu pela 13.ª vez

Paulo DÂMASO
Paulo DÂMASO
O Real Madrid venceu o Liverpool, por 3-1, na final da Liga dos Campeões de futebol, disputada no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

Com o triunfo, os 'merengues' conquistaram a prova pela terceira vez consecutiva e sagraram-se campeões europeus de futebol pela 13.ª vez na sua história.

O francês Karim Benzema inaugurou o marcador aos 51 minutos, mas quatro minutos depois o senegalês Sadio Mané empatou, antes de o galês Gareth Bale bisar, aos 64 e 83.

Com este triunfo, o Real Madrid, que venceu quatro das últimas cinco edições, passou a somar a 13 títulos de campeão europeu, enquanto o Liverpool se mantém com cinco troféus.

A primeira parte do encontro ficou marcada pelas lesões do egípcio Mohamed Salah, do Liverpool, e Dani Carvajal, do Real Madrid, que tiveram de ser substituídos.

Cristiano Ronaldo conquista prova pela quinta vez

O internacional português Cristiano Ronaldo ficou em 'branco' na final. Contudo, o futebolista português não pára de bater recordes: Ronaldo venceu a UEFA Champions League pela 5ª vez e é o melhor marcador de sempre da competição, com 120 golos.

Cristiano Ronaldo e Zinedine Zidane.
Cristiano Ronaldo e Zinedine Zidane.
AFP

Vencedor da prova pelo Manchester United, em 2007/08, e quatro vezes pelo Real Madrid, em 2013/14, na Luz, em 2015/16, 2016/17 e 2017/18, Ronaldo é líder isolado do ‘ranking’ luso, com mais dois cetros do que Pepe.

Pepe está à frente de um grupo de 17 futebolistas, com dois ‘canecos’, à frente de Fábio Coentrão e de 12 jogadores que atuaram no Benfica em 1960/61 e 61/62, casos de Cruz, Cavém, Costa Pereira, José Augusto, Coluna, José Águas, Ângelo, Germano, Santana, Neto, Mário João e Serra.

Arrebataram ainda dois cetros Paulo Sousa (Juventus em 1995/96 e Borussia Dortmund em 1996/97), Deco (FC Porto em 2003/04 e FC Barcelona em 2005/06) e Paulo Ferreira e Bosingwa (FC Porto em 2003/04 e Chelsea em 2011/12).

O internacional português foi também o melhor marcardor da UCL na época 2017/18, com 15 golos.

Os números impressionantes de Cristiano Ronaldo referem ainda que o avançado luso já disputou seis finais da Liga dos Campeões e é o jogador com o maior número de jogos na UCL, com 152 jogos.


Zidane é o primeiro treinador a conquistar três títulos consecutivos

O francês Zinedine Zidane tornou-se hoje o primeiro treinador a conquistar três títulos europeus consecutivos. Zidane, que tinha vencido uma Liga dos Campeões como jogador, igualou, com três títulos, o inglês Bob Paisley e o italiano Carlo Ancelotti, embora estes não o tenham conseguido de forma consecutiva.

Paisley conduziu o Liverpool aos títulos da então Taça dos Campeões Europeus em 1976, 1977 e 1981, enquanto Ancelotti foi campeão, já na era 'Champions' em 2003 e 2007 com o AC Milan e em 2014 com Real Madrid.

Zidane, de 45 anos, deixa para trás um conjunto de 17 treinadores que conquistaram duas Taças dos Campeões/Ligas dos Campeões, entre os quais o húngaro Béla Guttman, campeão pelo Benfica em 1961 e 1962, e o português José Mourinho, que venceu com o FC Porto em 2014 e com o Inter de Milão em 2010.

(C/ agências)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Real festeja vitória na Liga dos Campeões nas ruas de Madrid
Zinedine Zidane e os jogadores do Real Madrid festejaram hoje com milhares de adeptos dos "merengues" a conquista da 13.ªLiga dos Campeões, depois da vitória por 3-1 frente ao Liverpool, em Kiev, na Ucrânia. Com o triunfo, os "merengues" conquistaram a prova pela terceira vez consecutiva.
People gather at the Puerta del Sol square in Madrid on May 27, 2018 to watch Real Madrid�s football players parade on an open-top bus after winning their third Champions League title in a row in Kiev. / AFP PHOTO / OSCAR DEL POZO