Escolha as suas informações

Portugal vence Holanda e conquista primeira Liga das Nações
Desporto 17 3 min. 09.06.2019

Portugal vence Holanda e conquista primeira Liga das Nações

A festa portuguesa.

Portugal vence Holanda e conquista primeira Liga das Nações

A festa portuguesa.
Foto: AFP
Desporto 17 3 min. 09.06.2019

Portugal vence Holanda e conquista primeira Liga das Nações

Um golo de Gonçalo Guedes de fora da área, ao minuto 60, garantiu a vitória da seleção nacional sobre a congénere holandesa esta noite, no estádio do Dragão, no Porto.

O jogador do Valência, que substituiu João Félix no 'onze' em relação às meias-finais, resolveu o encontro e foi um dos principais heróis de um  jogo que Portugal dominou com uma boa exibição.

Quanto aos prémios individuais desta fase final da Liga das Nações, o melhor jogador do torneio foi Bernardo Silva, enquanto o homem do jogo da final foi o defesa Rúben Dias.

Cristiano Ronaldo venceu o prémio de máximo goleador e o melhor jogador jovem foi o holandês Luuk de Jong.

Portugal venceu um segundo título internacional pela mão de Fernando Santos. Depois do Euro'2016, a Liga das Nações. O treinador atribui o mérito aos jogadores e enalteceu o espírito de família que reina no grupo. "Graças a Deus que vamos atrás dos objetivos, procuramos com toda a capacidade, os jogadores são inexcedíveis. Isto é fruto do trabalho deles e dos meios que a federação coloca à nossa disposição. Há 5 anos somos uma família quase indestrutível, que sabe do que é capaz e o que pode fazer. Sabíamos que podíamos vencer este jogo. Sempre disse disso aos jogadores e eles sabiam que podíamos ganhar. Do outro lado tivemos um grande adversário, a Holanda é uma grande equipa e Portugal fez um excelente jogo", disse.

"Mesmo nos momentos maus esta equipa é fortíssima. Não é só a entidade A, B, ou C, são 60 ou 70 pessoas que quando se encontram vêm com um sorriso nos lábios. Para nós é um grande prazer estarmos juntos num estágio, nem que seja só de 6 ou 7 dias", precisou, garantindo que a seleção vai "continuar a trabalhar da mesma forma. Somos candidatos a vencer as provas em que entramos. Queria partilhar com a minha família, com os meus filhos, meu o neto, a minha mãe e o meu cunhado, que nos últimos quatro meses tem passado por complicados em termos de saúde, concluiu.

Também Gonçalo Guedes, autor do golo da vitória, rejeitou o protagonismo exclusivo pela conquista, realçando o trabalho de todo grupo: "O que decidiu o jogo foi a equipa. Sinto-me contente e muito orgulhoso em representar este grupo. Temos todo o mérito e foi uma vitória muito merecida."

Bernardo Silva foi um dos jogadores em destaque na vitória da Seleção na final da Liga das Nações. Após a partida, o internacional português mostrou-se orgulhoso pela conquista do primeiro título com a Seleção: "Acabámos de uma forma brilhante e estamos todos muito contentes por dar este título aos portugueses. Felizmente ajudei a equipa a ganhar e conseguiu o primeiro título com a Seleção. Estou muito orgulhoso e agora é ir de férias e descansar", rematou.

No final do encontro, o selecionador holandês, Ronald Koeman, admitiu que a Holanda encontrou uma Seleção Portuguesa muito sólida defensivamente, que complicou a tarefa que tinha planeado: "Eles marcaram um golo e nós tivemos problemas em criar grandes ocasiões porque acho que Portugal defendeu muito bem. Jogaram em casa e defenderam bem. Portugal acaba por ser um justo vencedor", disse.

A seleção conquistou o segundo título internacional da sua história, depois do campeonato da Europa de 2016, na final com a anfitriã França (1-0, após prolongamento), graças a um golo de Éder.

Para lá do reforço do prestígio internacional, a conquista da Liga das Nações permitiu a Portugal encaixar 10,5 milhões de euros. Depois dos 4,5 milhões garantidos à partida (2,25 pela entrada na prova e 2,25 pela vitória no Grupo na Liga A), a Seleção Nacional garantiu ainda mais 6 milhões de euros pelo triunfo na final.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas