Escolha as suas informações

Por dois golos sem resposta: Cabo Verde bate Luxemburgo e faz a festa em Hesperange
Os 'tubarões azuis' conseguiram a sua primeira vitória frente ao Luxemburgo

Por dois golos sem resposta: Cabo Verde bate Luxemburgo e faz a festa em Hesperange

Foto: Ben Majerus
Os 'tubarões azuis' conseguiram a sua primeira vitória frente ao Luxemburgo
Desporto 3 min. 28.03.2017

Por dois golos sem resposta: Cabo Verde bate Luxemburgo e faz a festa em Hesperange

A seleção de Cabo Verde derrotou a congénere luxemburguesa por duas bolas a zero esta terça-feira em Hesperange. Depois de três empates, os 'tubarões azuis' dominaram por completo os 'leões vermelhos' e conquistaram a primeira vitória do historial entre os dois países, para grande satisfação da comunidade cabo-verdiana que encheu o estádio.

A seleção de Cabo Verde derrotou a congénere luxemburguesa por duas bolas a zero esta terça-feira em Hesperange. Depois de três empates, os 'tubarões azuis' dominaram por completo os 'leões vermelhos' e conquistaram a primeira vitória do historial entre os dois países, para grande satisfação da comunidade cabo-verdiana que encheu o estádio.

Por Álvaro Cruz

Foi um Cabo Verde personalizado, dominador e sem completos que se apresentou em Hesperange e que mandou no jogo desde o apito inicial. E a formação africana podia  ter aberto o marcador logo aos cinco minutos num cabeceamento de Garry que passou perto da baliza grã-ducal, após deficiente alívio do guardião Schon.

Com o sangue na guelra, os 'tubarões azuis' continuaram a pressionar o último reduto luxemburguêse acabaram por inaugurar o marcador volvidos dois minutos com um golo oportuno do central Admilson Barros que emendou à boca da baliza um desvio de José Luís após o primeiro canto da partida.

O público cabo-verdiano que encheu o recinto começou a puxar pela sua equipa e foi ao rubro quando aos 23 minutos Júlio Tavares num rápido contra-ataque passou toda a defesa grã-ducal em velocidade e com um remate cruzado elevou o marcador para 2-0.

Foi só à passagem da meia hora que o Luxemburgo equilibrou o jogo. Luc Holtz substitui de uma assentada Carlson e Bohnert, os dois jogadores do flanco esquerdo por Mamutovic e Gerson Rodrigues que vieram trazer outra dinâmica à equipa luxemburguesa.

A vencer por dois golos de vantagem, Cabo Verde limitou-se a gerir o jogo e a privilegiar o contra-ataque para se acercar da baliza de Schon que negou o terceiro golo aos comandados de Lúcio Antunes com uma excelente defesa aos 36 minutos.

Júlio Tavares rematou para o segundo golo de Cabio Verde
Júlio Tavares rematou para o segundo golo de Cabio Verde
Foto: Ben Majerus

E foi apenas aos 41 minutos que o Luxemburgo criou verdadeiro perigo quando Gerson Rodrigues, filho de pais cabo-verdianos, eliminou o defesa Tiago no flanco esquerdo e centrou para o cabeceamento de Aurélien Joachim que atirou ao lado.

Até ao intervalo pouco ou nada de significativo se passou, mas Luc Holtz efetuou mais duas substituições no início da segunda parte, trocando Philipps e Turpel por Bensi e Daniel da Mota, conferindo mais poder ofensivo aos 'leões vermelhos'.

Com  Gerson agora na direita e Daniel da Mota na esquerda, o Luxemburgo começou a pressionar Cabo Verde e o guardião Vozinha correspondeu com algumas boas defesas mantendo inviolável a sua baliza.

Cabo Verde, continuou sempre bem organizado e foi neutralizando as investidas dos adversários e, sempre que podia, contra-atacava com perigo, mas a toada foi-se mantendo com o jogo a caminhar para o fim.

Aos 72 minutos, a formação grã-ducal podia ter reduzido por intermédio de Joachim, que atirou à barra, e lo de seguida num bom remate de Malget que falhou o alvo por muito pouco. Na resposta foi Cabo Verde que após uma boa triangulação podia ter aumentado o score com o remate de Tavares a passar ao lado.

Mas desta vez estava escrito que o Luxemburgo não marcaria frente a Cabo Verde. A cinco minutos do final, Vozinha negou o golo a Joachim defendendo uma grande penalidade duvidosa para gáudio da assitência que aplaudiu de pé o veterano guardião dos 'tubarões azuis'.

O encontro foi perdendo ritmo com as substituições e terminou com uma vitória justa de Cabo Verde que assim ganhou o primeiro encontro do historial das duas seleções.

Ficha do jogo

Estádio Alphonse Theis, em Hesperange, relvado em excelente estado.

Arbitagem de Paul Mclaughlin, auxiliado por Allen Lynch e Emmet Dynar. 4° árbitro: Sven Bindels

Assistência: Cerca de 2.100 espetadores

Marcadores: Admilson Barros aos 8' e Júlio Tavares aos 23'. 

Luxemburgo – Schon, Jans, Malget, Martins (Hall 73'), Carlson (Gerson Rodrigues 30') Philipps (Bensi 45'), Lars Gerson (Deville 68'), Mutsch, Bohnert (Mamutovic 30'), (cap.), Turpel (Daniel da Mota), Joachim.

Suplentes: Czekanowicz, Thill, Yann Matias.

Treinador – Luc Holtz

Cartões amarelos – Hall 76'

Cantos: (2+2)

Cabo Verde – Josimar, Tiago, Admilsson (Semedo 66'), Varela, Elvis, Rocha (Helder Tavares 54'), Rodrigues, Soares (cap.) Wuilito 87'), Garry (Jailton 80'), Tabares e José Luís (Jovane).

Suplentes não utilizados – Thierry, Ivan, Jamiro, Sérgio, Heldon, Nascimento, Carlos Wuilito

Treinador – Lúcio Antunes

Cartões amarelos – Nuno Rocha

Cantos: (2+1)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Liga das Nações: Luxemburgo goleia Moldávia com segunda parte demolidora
A seleção luxemburguesa recebeu e venceu a Moldávia, por 4-0, no primeiro jogo da Liga das Nações que se disputou no estádio Josy Barthel, na capital. Após uma primeira parte bastante discreta, os 'leões vermelhos' banalizaram completamente o adversário com um excelente futebol na etapa complementar.
Luxemburg jubelt, freut sich, Jubel, Freude nach dem 1:0 - Laurent Jans (Kapitän Luxemburg #18), Danel Sinani (Luxemburg #14), Kevin Malget (Luxemburg #4), Gerson Rodrigues (Luxemburg #11), Lars Gerson (Luxemburg #7)

/ Fussball, UEFA Nations League 2018, Saison 2018-2019, 1. Spieltag / 08.09.2018 /
Luxemburg - Moldawien (Luxembourg vs Moldova - Moldau) / 
Stade Josy Barthel, Luxemburg /
Foto: Ben Majerus