Escolha as suas informações

Paulo Gonçalves segura liderança nas motos e Loeb aumenta diferença nos carros
Desporto 13 08.01.2016 Do nosso arquivo online
Rali Dakar

Paulo Gonçalves segura liderança nas motos e Loeb aumenta diferença nos carros

Desporto 13 08.01.2016 Do nosso arquivo online
Rali Dakar

Paulo Gonçalves segura liderança nas motos e Loeb aumenta diferença nos carros

O português Paulo Gonçalves (Honda) segurou esta quinta-feira a liderança do Rali Dakar entre as motas, apesar de ter terminado no 12.º lugar. O francês Sébastien Loeb venceu nos carros e aumentou a diferença para o segundo.

O português Paulo Gonçalves (Honda) segurou esta quinta-feira a liderança do Rali Dakar entre as motas, apesar de ter terminado no 12.º lugar nesta quinta etapa. O francês Sébastien Loeb venceu nos carros e aumentou a diferença para o segundo.

Paulo Gonçalves terminou os 327 quilómetros entre Jujuy, na Argentina, e Uyuni, na Bolívia, em 12° devido a um erro na sinalização do último 'way point'.

Apesar de ter chegado 8.56 minutos depois do vencedor, o australiano Toby Price (KTM, Paulo Gonçalves conseguiu manter a liderança da prova, agora com 1.45 minutos de vantagem sobre o segundo, o eslovaco Stefan Svitko (KTM), e 1.47 sobre Price, que é terceiro.

Ainda nas motos, o português Hélder Rodrigues (Yamaha) terminou a etapa em oitavo lugar e é agora 13.º lugar da geral, a 16.01 minutos do seu compatriota.

Ruben Faria (Husqvarna) foi 11.º e ocupa o oitavo posto, a 08.13 minutos de Gonçalves.

Nos carros, o estreante no Rali Dakar Sébastien Loeb (Peugeot) obteve a sua terceira vitória em quatro etapas disputadas (a primeira foi anulada).

O piloto francês, nove vezes campeão consecutivo do Mundial de ralis, voltou a mostrar a sua categoria ficando nesta etapa à frente dos seus colegas da Peugeot, o espanhol Carlos Sainz, segundo a 22 segundos, e Stéphane Peterhansel, terceiro a três minutos.

Na classificação geral, Loeb aumentou para 7.48 minutos a diferença para Peterhansel, o segundo. Carlos Sainz é terceiro, a 13.26 minutos, e o qatarí Nasser Al Attiyah (Mini) ocupa o quarto lugar.

O único português nos carros, Carlos Sousa, abandonou a prova depois de o seu Mitsubishi ter ficado pendurado em duas rodas junto a um precipício, após uma saída de estrada.


Notícias relacionadas

O francês Stéphane Peterhansel venceu este sábado o Rali Dakar pela 13ª vez, sétima em carros, após a 12ª e última etapa, disputada em Río Cuatro, na Argentina, onde a Peugeot confirmou o domínio absoluto do pódio. Nas motas, o melhor português foi Paulo Gonçalves que terminiou no 6° lugar.
A foto dos vencedores à chegada da última etapa
Stéphane Peterhansel conquistou este sábado pela 12ª vez o rali todo-o-terreno Dakar, a sexta vez em carros após outros tantos em motos, dando o primeiro triunfo à Peugeot desde 1990. O australiano Toby Price (KTM) venceu pela primeira vez a categoria de motos, com o português Hélder Rodrigues (Yamaha) a terminar na quinta posição.
Stephane Peterhansel (dta.), com o co-piloto Jean Paul Cottret, à esquerda, e o director da Peugeot, Bruno Famin, ao centro, celebram a vitória
Paulo Gonçalves (Honda) foi obrigado esta quinta-feira a desistir do Dakar2016, após queda na etapa, que obrigou ao seu internamento, com traumatismo craniano, e Hélder Rodrigues (Yamaha), em sexto, é agora o português mais bem classificado.
O piloto português foi encontrado inconsciente pouco depois do segundo ponto de passagem
Nova penalização por velocidade excessiva imposta ao espanhol Joan Barreda permitiu ao português Paulo Gonçalves ganhar a quarta etapa de motas do Dakar2016 e ascender ao comando da classificação geral.
Piloto luso continua a brilhar na Argentina
Brasil: Rali dos Sertões
O português Paulo Gonçalves (Honda) venceu esta segunda-feira a segunda etapa do Rali dos Sertões, no Brasil, quinta prova do Mundial de todo-o-terreno.
O piloto português quer terminar a prova nos lugares do pódio