Escolha as suas informações

O alentejano que pode estrear-se pela seleção do Luxemburgo contra Portugal
Desporto 3 min. 09.10.2021
Futebol

O alentejano que pode estrear-se pela seleção do Luxemburgo contra Portugal

Diogo Pimentel joga atualmente pelo CS Fola Esch e pode estrear-se pela seleção luxemburgues este sábado.
Futebol

O alentejano que pode estrear-se pela seleção do Luxemburgo contra Portugal

Diogo Pimentel joga atualmente pelo CS Fola Esch e pode estrear-se pela seleção luxemburgues este sábado.
Foto: Ben Majerus
Desporto 3 min. 09.10.2021
Futebol

O alentejano que pode estrear-se pela seleção do Luxemburgo contra Portugal

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
Diogo Zambujo Pimentel falhou a anterior convocatória da seleção porque foi diagnosticado com covid-19. Agora, na segunda chamada, o jogador de 24 anos pode fazer a estreia pelos ‘leões vermelhos’ já este sábado, contra a Sérvia, ou na próxima terça-feira, em Portugal.

Uma estreia na seleção é sempre um momento especial. Para alguns, também pode significar uma dose extra de nervos e noites mal dormidas. Mas para Diogo, não é algo que lhe "tire o sono". Estar ali, entre os melhores do Luxemburgo, já "é muito bom". Mais ainda depois da frustração que sentiu por ter falhado a sua primeira convocatória, no início de setembro, para os jogos de qualificação para o Mundial 2022 com o Azerbaijão e a Sérvia.

Um dia antes de se juntar à seleção, foi diagnosticado com covid-19. Tinha acabado de chegar do Cazaquistão, depois da sua equipa, o CS Fola Esch, ter sido eliminada da Liga Conferência Europa. Foi para o hotel e na manhã seguinte não se estava "a sentir muito bem". A namorada disse-lhe para fazer um teste rápido. Deu positivo. Passada uma hora, fez outro, com o mesmo resultado. "Fiquei triste, porque estava à espera deste momento há algum tempo e caiu um bocado mal", recorda o jogador.

A luta contra o coronavírus não foi fácil. "Os primeiros dois, três dias foram complicados". Diogo teve febre, muita tosse e doía-lhe o corpo. O pior era a expetoração. Depois "foi melhorando". Mas nos treinos ainda tossia e até houve um jogo em que se sentiu "um pouco mal, com vontade de vomitar". Agora já está tudo bem. O jovem atleta garante que está a 100% para os encontros da seleção. "Disseram-me para fazer alguns exames para ver se estava tudo correto e fiz tudo como deve ser".

Por ironia do destino, a estreia adiada de Diogo pelo Luxemburgo até pode ser contra o seu país de origem. "É um sentimento estranho, porque vivi em Portugal até aos 14 anos e agora vou voltar como jogador luxemburguês a jogar contra Portugal". O jovem mudou-se de Beja para o Grão-Ducado há 10 anos, com a mãe e o irmão mais novo, porque o pai trabalhava no país e "um menor tem de seguir os passos dos pais".

Agora com dupla nacionalidade, Diogo vai ter a oportunidade de enfrentar jogadores que está habituado "a ver na televisão". Tais como Cristiano Ronaldo e companhia. Diz que será um jogo especial. "Mas se tiver que dar uma patada num deles, vou dar", brinca o atleta, que joga a médio. No fim da partida, não se imagina a pedir camisolas de jogadores portugueses, "mas pode acontecer". Talvez a de Cristiano? "É um jogador 'top' há vários anos, é fenomenal, mas Portugal tem muitos jogadores bons. Não me vejo a ir pedir a camisola, porque sou mais de coletivo do que individual. Nunca tive um jogador ídolo", confessa.

O jogo da próxima terça-feira no Algarve ficará "sempre na memória", mas antes o Luxemburgo recebe este sábado a Sérvia, encontro esse também de qualificação para o Mundial. Um desafio com redobrada importância, tendo em conta que os 'leões vermelhos' estão no terceiro lugar do grupo A, a cinco pontos dos sérvios, com um jogo a menos. Diogo não sabe se vai jogar, porque na seleção "há jogadores com muita qualidade, sobretudo no meio campo". Mas encara esta primeira experiência mais no sentido de "aprender o máximo possível e tirar todos os detalhes" que o possam ajudar a crescer. "Mas se tiver que jogar, jogo", garante.


Diogo Pimentel, do Fola
Seleção luxemburguesa. Sete lusófonos convocados para os jogos contra Sérvia e Portugal
A Federação Luxemburguesa de Futebol anunciou nesta sexta-feira os 25 jogadores convocados por Luc Holtz para os próximos dois embates do ‘grupo A’ de qualificação do Mundial de futebol Catar-2022.

O que é certo é que a estreia, "seja no fim de semana ou daqui a cinco anos", será sempre algo para recordar. Para já, Diogo mantém as chuteiras bem assentes na relva, porque sabe que está no "tempo de adaptação". "A concorrência é muito forte e o ritmo é muito mais elevado e mais rápido. Temos sempre esperança de poder jogar, mas não é algo que me tire o sono, porque a experiência já é muito boa". 

O destino dirá se o primeiro remate com a camisola do Luxemburgo será hoje no país onde vive ou daqui a uns dias contra a baliza da seleção que defende as cores da sua pátria.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas