Escolha as suas informações

No Centro Cultural Tramschapp : Atletas lusas brilham no torneio de ginástica rítmica do Luxemburgo
Desporto 28 25.05.2016

No Centro Cultural Tramschapp : Atletas lusas brilham no torneio de ginástica rítmica do Luxemburgo

Desporto 28 25.05.2016

No Centro Cultural Tramschapp : Atletas lusas brilham no torneio de ginástica rítmica do Luxemburgo

As ginastas do Boavista Futebol Clube e da Academia de Ginástica Rítmica Aveiro Gym brilharam no Torneio Internacional da modalidade, que se disputou durante o fim-de-semana, no Centro Cultural e Desportivo Tramschapp, na capital.

As ginastas do Boavista Futebol Clube e da Academia de Ginástica Rítmica Aveiro Gym brilharam no Torneio Internacional da modalidade, que se disputou durante o fim-de-semana, no Centro Cultural e Desportivo Tramschapp, na capital.

Além de conquistar alguns pódios, o contingente português esteve em bom nível na esmagadora maioria das suas actuações nos vários escalões etários.

As ginastas do Boavista Futebol Clube, equipa que se apresentou na competição com o maior número de atletas, alcançaram o primeiro lugar no conjunto de juniores e o segundo no conjunto de pré-juniores.

A nível individual, a jovem Bianca Henriques foi segunda classificada na categoria ’kids 2006 B’, a mesma classificação que Teresa Martins conseguiu na categoria ’kids 2004 B’.

Além dos referidos pódios, Madalena Lages, Inês Carvalho, Maria Rocha, em juniores A, Sara Amorim (na foto) e Leonor Oliveira, em juniores B, tiveram bons desempenhos, ficando a escassos pontos das medalhas.

A Academia de Ginástica Rítmica Aveiro Gym trouxe seis atletas ao Luxemburgo, mas também garantiu dois pódios: o segundo lugar alcançado por Marta Ramos, na categoria de seniores A, e o terceiro lugar obtido por Luana Filipe, em ’kids 2006 B’.

Ana Vale, em seniores B, terminou num honroso quarto lugar.

Sara Monteiro, responsável principal da secção de ginástica rítmica do Boavista, fez “um balanço positivo” da participação das suas ginastas, destacando “a importância” que “estas experiências internacionais têm para as jovens ginastas”, e o primeiro prémio atribuído à melhor claque, que a equipa da Invicta ganhou.

Raquel Silva, treinadora da Academia de Ginástica Rítmica Aveiro Gym, alinhou pelo mesmo diapasão, congratulando-se com os “bons resultados” que as suas ginastas conseguiram, destacando “a importância do nível da competição, com algumas das melhores ginastas internacionais”.

A responsável do clube de Aveiro vincou ainda “a excelente organização da prova” por parte dos responsáveis luxemburgueses, expressando a vontade de “regressar para o próximo ano”.

A prova contou com a participação de equipas de 18 países e, além das duas equipas lusas, participaram na prova um grupo de quatro juízas portuguesas.

Á. Cruz

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.