Escolha as suas informações

Na antevisão da 4° jornada da I Liga: Rui Vitória destaca consistência europeia do Benfica e traça meta dos 'oitavos'
Desporto 4 min. 25.08.2017

Na antevisão da 4° jornada da I Liga: Rui Vitória destaca consistência europeia do Benfica e traça meta dos 'oitavos'

O treinador do Benfica, Rui Vitória.

Na antevisão da 4° jornada da I Liga: Rui Vitória destaca consistência europeia do Benfica e traça meta dos 'oitavos'

O treinador do Benfica, Rui Vitória.
AFP
Desporto 4 min. 25.08.2017

Na antevisão da 4° jornada da I Liga: Rui Vitória destaca consistência europeia do Benfica e traça meta dos 'oitavos'

Rui Vitória manifestou hoje a sua satisfação por ver o Benfica competir de forma assídua na Liga dos Campeões de futebol e traçou o objetivo de passar aos oitavos de final.

Rui Vitória manifestou hoje a sua satisfação por ver o Benfica competir de forma assídua na Liga dos Campeões de futebol e traçou o objetivo de passar aos oitavos de final.

"Nós estamos a fazer um percurso na Liga do Campeões que é digno de ficar marcado em termos europeus. É uma satisfação enorme estarmos a falar nesta presença assídua e no nome do Benfica", começou por enaltecer num primeiro comentário ao sorteio que decorreu quinta-feira, no Mónaco.

Inserido no grupo A, com Manchester United, CSKA de Moscovo e Basileia, o técnico 'encarnado' recordou as boas exibições realizadas pelo clube da Luz nos últimos anos.

"É evidente que também já fomos mostrando que ao longo destas duas épocas demos uma reposta positiva nesta fase de grupos e a marca Benfica ficou vincada nessa fase", sublinhou.

Contudo, Rui Vitória alertou que as notórias prestações encarnadas na 'Champions' não garantem o que quer que seja à sua equipa, pois "não acredita nas estatísticas nem em favoritos", sublinhando ainda que os "nomes das equipas não dão passagem garantida".

Relativamente aos adversários que saíram em sorte às 'águias', Vitória destaca o poderio dos ingleses orientados por José Mourinho, frisando que lutará por colocar Benfica nos oitavos de final da prova milionária.

"Vamos estar num grupo difícil. Há um Manchester United que se reforçou muito bem, uma equipa forte e que tem muita capacidade em termos financeiros. Depois há conjunto de três equipas e estamos inseridos aí. Queremos passar a fase de grupos", terminou.

O Benfica tem estreia marcada na Liga dos Campeões dia 12 de setembro, no Estádio da Luz, diante dos russos do CSKA de Moscovo, enquanto o Manchester United recebe os suíços do Basileia.

Bom começo do Rio Ave não surpreende Rui Vitória

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro frente ao Rio Ave, da 4 ª jornada Liga Portuguesa de futebol, o treinador do Benfica manifestou-se nada surpreendido com o bom começo de época do Rio Ave na I Liga de futebol e recordou as vitórias tangenciais das últimas duas temporadas nas deslocações a Vila do Conde.

"Não estou surpreendido. É uma equipa composta por bons jogadores, ganhou um acréscimo de motivação neste inicio de campeonato e vai ser um duelo com este aspeto competitivo que está bem vincado", começou por referir, prosseguindo: "Não vai ser um jogo fácil para nós, mas também não vai ser fácil para o Rio Ave numa deslocação sempre difícil".

No encontro de sábado os ‘encarnados’ estão privados do habitual titular Salvio, mas poderão contar o sérvio Zivkovic, regressado de lesão.

Nas últimas duas épocas, as ‘águias’ conseguiram vencer no Estádio dos Arcos pela margem mínima, em encontros que estão bem presentes na cabeça do técnico do Benfica.

"Jogar em Vila do Conde não tem sido fácil. Temos ganhado lá nos últimos jogos, mas facilidades não vejo quase em lado nenhum. Na realidade, jogar contra equipas como a nossa e contra os ‘três grandes’ há sempre uma mudança. Não são três pontos mais valiosos que os outros, mas queremos muito ganhar e vamos fazer por isso, porque é a nossa maneira de estar", explicou.

Rui Vitória abordou também do empréstimo do extremo peruano André Carrillo aos ingleses do Watford, orientado pelo português Marco Silva, enaltecendo a oportunidade que terá para mostrar o seu valor num contexto diferente.

"É um jogador com enorme qualidade e é jogador do Benfica. Ficar três anos sem competir não é benéfico para um jogador que é nosso, mas sim potenciar jogadores que têm contrato com o Benfica. É preferível ir para outro lado ver se o contexto é melhor e possibilitar ao Carrillo que mostre o seu rendimento", declarou.

As saídas de Lindelof, Ederson e Nélson Semedo ainda não foram colmatas pelo clube da Luz, algo que, para Rui Vitória, não é um motivo de preocupação para Vitória nem uma urgência imediata.

"Para mim, mais do que qualquer jogador, é o conceito que equipa que tem que estar presente. O Benfica esta habituado a perder jogadores, tem sido assim nos anos anteriores e por esta altura também estávamos a falar de quem já tinha saído. Só sei que o mercado está aberto, quer para entradas quer para saídas", sublinhou.

Benfica e Rio Ave têm ambos nove pontos no campeonato e defrontam-se no sábado, pelas 21:30 (hora do Luxemburgo), no Estádio dos Arcos, em Vila do Conde, num encontro que será dirigido pelo árbitro Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas