Escolha as suas informações

Nápoles. Multidões saem à rua para festejar conquista da taça. OMS critica.
Desporto 18.06.2020

Nápoles. Multidões saem à rua para festejar conquista da taça. OMS critica.

Nápoles. Multidões saem à rua para festejar conquista da taça. OMS critica.

Foto: AFP
Desporto 18.06.2020

Nápoles. Multidões saem à rua para festejar conquista da taça. OMS critica.

"Miseráveis. Dói ver estas imagens", afirmou um dos vice-diretores da Organização Mundial de Saúde. A principal equipa do sul de Itália conquistou o troféu contra a Juventus.

Com fome de troféus, a principal equipa da maior cidade do sul de Itália explodiu de alegria na quarta-feira com a conquista da Taça de Itália contra a Juventus de Cristiano Ronaldo. Desde 2014 que o Nápoles não erguia o troféu e as ruas do berço da pizza ficaram cheias para celebrar o feito.

Quem não gostou das imagens foi Ranieri Guerra, médico italiano que é um dos vice-diretores da Organização Mundial de Saúde (OMS). Com o mundo a tentar debelar a pandemia do novo coronavírus e a fazer tudo para evitar uma segunda vaga, os festejos violaram todas as regras sanitárias. Sem máscaras nem distanciamento físico, os adeptos saíram à rua sem qualquer freio.

"Miseráveis. Dói ver estas imagens", afirmou Ranieri Guerra à Rai 3. "O problema continua presente e, neste momento, não podemos permitir isto. Por sorte aconteceu na Campânia [região de Nápoles], onde foram tomadas medidas restritivas mais duras e a incidência do vírus foi menor do que noutras zonas", sublinhou o médico.

O médico alerta que os sinais mostram que "o vírus ainda está a circular" e que não se pode afirmar que vamos conseguir evitar uma segunda vaga. Em Itália, os números de óbitos por covid-19 têm vindo a baixar, com o país a registar um total de 34.448 vítimas mortais desde o início da pandemia, segundo os dados revelados na quarta-feira.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas