Escolha as suas informações

Brasil-Argentina suspenso após intervenção das autoridades sanitárias
Desporto 06.09.2021
Mundial 2022

Brasil-Argentina suspenso após intervenção das autoridades sanitárias

Mundial 2022

Brasil-Argentina suspenso após intervenção das autoridades sanitárias

Foto: Andre Penner/PA Wire/dpa
Desporto 06.09.2021
Mundial 2022

Brasil-Argentina suspenso após intervenção das autoridades sanitárias

Lusa
Lusa
Os eternos rivais sul-americanos enfrentavam-se em São Paulo, na Arena Neo Química, quando o jogo foi abruptamente interrompido quando estavam decorridos cinco minutos.

O jogo entre Brasil e Argentina foi ontem suspenso após a intervenção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que irrompeu no relvado, alegando que quatro futebolistas argentinos não cumpriram as regras do combate à pandemia de covid-19.

“Por decisão do árbitro, o jogo entre Brasil e Argentina está suspenso. O árbitro fez um relatório à Comissão Disciplinar da FIFA, que decidirá quais serão os próximos passos", publicou a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) nas redes sociais.

Os eternos rivais sul-americanos enfrentavam-se em São Paulo, na Arena Neo Química, em jogo de apuramento da zona sul-americana para o Mundial2022, abruptamente interrompido quando estavam decorridos cinco minutos.

Os membros da Anvisa, juntamente com membros da polícia federal, entraram em campo de forma a impedir que quatro jogadores participassem do desafio, após terem sido notificados para ficarem de quarentena. Inicialmente, omitiram ter estado no Reino Unido nos últimos 14 dias.

Giovanni Lo Celso e Cristian Romero, treinados no Tottenham pelo português Nuno Espírito Santo, Emiliano Martinez e Emiliano Buendia, que atuam no Aston Villa, são os futebolistas visados pelas autoridades.

Os quatro jogadores foram colocados em quarentena quando chegaram ao Brasil, tendo também sido aconselhados a “regressar ao país de origem”.

“Foi na sequência do incumprimento das orientações e determinações. Quando os inspetores e os polícias foram verificar o hotel, foram informados que os jogadores haviam saído”, explicou o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

Depois de alguma discussão, a equipa da Argentina abandonou o relvado, enquanto os jogadores do Brasil ficaram em campo a realizar um treino.

De acordo com as autoridades brasileiras, os quatro jogadores prestaram falsas declarações, ao negarem aos oficiais de imigração que tivessem estado recentemente no Reino Unido, território que está colocado na lista vermelha do Brasil na luta contra a pandemia de covid-19.

“A situação é um grave risco para a saúde e as autoridades sanitárias locais impuseram a quarentena imediata dos jogadores, que estão impedidos de realizar qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”, explicaram as autoridades locais.

Mesmo assim, os jogadores fizeram parte da comitiva argentina que seguiu para a Arena Neo Química.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas