Escolha as suas informações

Médicos da primeira liga criticam Mourinho pelo afastamento de Eva Carneiro
Desporto 13.08.2015

Médicos da primeira liga criticam Mourinho pelo afastamento de Eva Carneiro

Médicos da primeira liga criticam Mourinho pelo afastamento de Eva Carneiro

Foto: AFP
Desporto 13.08.2015

Médicos da primeira liga criticam Mourinho pelo afastamento de Eva Carneiro

Um grupo de médicos da primeira liga inglesa de futebol considerou hoje “injusto” o afastamento da médica Eva Carneiro do banco do Chelsea, devido ao seu comportamento no último jogo da equipa, que desagradou a José Mourinho.

Um grupo de médicos da primeira liga inglesa de futebol considerou hoje “injusto” o afastamento da médica Eva Carneiro do banco do Chelsea, devido ao seu comportamento no último jogo da equipa, que desagradou a José Mourinho.

“Os médicos da primeira liga consideram que afastar Eva Carneiro do banco da equipa nos próximos treinos e jogos é uma medida injustificada e injusta”, refere um comunicado hoje divulgado.

O técnico português criticou a médica por esta ter entrado em campo durante o jogo com o Swansea, disputado sábado, para assistir Hazard já em tempo de descontos e com o jogo empatado a dois golos.

O jogador belga acabou por sair de campo para ser assistido, deixando o Chelsea reduzido a nove jogadores, pois tudo aconteceu numa altura em que o guarda-redes Thibaut Courtois já tinha sido expulso.

De acordo com a imprensa britânica, José Mourinho, que no final do encontro afirmou que Hazard não tinha qualquer problema sério e estava apenas cansado, terá decidido afastar a médica dos treinos e dos jogos da equipa.

O técnico português considerou ainda que Eva Carneiro, que integra a equipa médica do clube desde 2009, teve um comportamento “impulsivo” e referiu que a equipa médica só deve entrar em campo quando tem a certeza de que o jogador tem um problema sério.

No comunicado hoje divulgado, os médicos da primeira liga afirmam que no jogo de sábado a equipa médica foi chamada pelo árbitro para assistir um jogador, e lembram que “a recusa de entrada em campo seria uma violação dos deveres profissionais”.

Os médicos da primeira liga lamentam que Eva Carneiro, nascida em Gibraltar, tenha sido “submetida a um julgamento público por, apenas, ter cumprido as suas obrigações profissionais”.


Notícias relacionadas

Campeão nacional de futsal pode ser conhecido este domingo
O Racing FC Union Luxembourg poderá sagrar-se este domingo campeão nacional de futsal 2017/18, caso vença o segundo jogo da final do campeonato frente à Amicale Clervaux, no Hall Sportif de Reuler. Contudo, a Amicale garante que ainda tem uma palavra a dizer na disputa pelo título.
A final de 2017/8 vai colocar frente a frente os dois melhores marcadores do campeonato: Carlos Soares (Racing) e Norberto "Guri" Ferreira (Clervaux).