Escolha as suas informações

Manuel Neuer foi filmado a cantar um cântico croata pró-nazi
Desporto 13.07.2020

Manuel Neuer foi filmado a cantar um cântico croata pró-nazi

Manuel Neuer foi filmado a cantar um cântico croata pró-nazi

AFP
Desporto 13.07.2020

Manuel Neuer foi filmado a cantar um cântico croata pró-nazi

O agente do guarda-redes já veio alegar que Neur não fala croata e portanto nem percebe a letra entoada pela extrema-direita do país. O Bayern de Munique nem sequer se pronuncia.

De férias na Croácia, Manuel Neur foi filmado a entoar versos de um cântico nacionalista croata. As imagens foram divulgadas pelo tabloide alemão Bild e estão a incendiar a opinião pública. 

Além do internacional alemão que veste as cores do Bayern, o treinador de guarda-redes da equipa de Munique, Toni Tapalovic também aparece no vídeo. Cantam "Lijepa li si" do cantor assumidamente fascista Marko Perkovic.

Conhecido como "Thompson", em referência à metralhadora, Perkovic é um admirador do regime pró-Nazi Ustashi da Croácia. Alguns dias após a final do Campeonato Mundial de 2018, o cantor estava no autocarro de selecção que desfilou em Zagreb com os jogadores. 

 Nesta canção, enumera diferentes regiões croatas e alude a "Herceg-Bósnia", a efémera República Croata da Bósnia, que nunca foi reconhecida no palco internacional e que foi dissolvida após a assinatura dos Acordos de Dayton em 1995.

Bayern não comenta

Em silêncio, Manuel Neur não apresentou qualquer justificação sobre o incidente que é destaque na imprensa mundial. Citado pelo Bild, o manager do gaurda-redes já veio, no entanto, explicar que não só o jogador não fala croata como também não percebe o teor da canção que já protagonizou outras polémicas no mundo do futebol.

As imagens que mostram o entusiasmo do cantar levantam dúvidas sobre a versão do maneger. 

Cântico tradicional da extrema-direita da Croácia, a música foi "escolhida pelo público" para acompanhar a seleção de futebol do país durante o Euro-2016. Validada pela federação, tem sido, desde aí, alvo de crítica pelos partidos e organizações anti-racistas. 

O Bayern de Munique também não comenta. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.