Escolha as suas informações

Mãe de estrela do Athletic de Bilbau saltou grávida fronteira espanhola
Desporto 12.09.2019

Mãe de estrela do Athletic de Bilbau saltou grávida fronteira espanhola

Mãe de estrela do Athletic de Bilbau saltou grávida fronteira espanhola

Foto: AFP
Desporto 12.09.2019

Mãe de estrela do Athletic de Bilbau saltou grávida fronteira espanhola

O avançado Iñaki Williams descreveu em entrevista a uma rádio espanhola a dura travessia dos pais, imigrantes ganeses, para chegar ao País Basco: “Isso dá-te a volta ao estômago porque sabes que os teus pais viveram aquilo que não desejas a ninguém e, nos dias de hoje, há ainda muita gente que continua a fazê-lo para dar um futuro melhor aos seus filhos".

Numa entrevista à emissora SER, o avançado do Athletic de Bilbau, Iñaki Williams, filho de imigrantes ganeses, descreveu como os seus pais tiveram de saltar a enorme vedação que separa o território marroquino do enclave espanhol de Melilla. De acordo com o futebolista, atravessaram o deserto de Akra, no Gana, para chegar a Espanha, uma experiência que marcou o casal. O jogador explicou ainda que durante uma viagem em família ao Dubai, este verão, a mãe “desatou a chorar porque recordou tudo o que sofreu quando era jovem”.

“Isso dá-te a volta ao estômago porque sabes que os teus pais viveram aquilo que não desejas a ninguém e nos dias de hoje há ainda muita gente que continua a fazê-lo para dar um futuro melhor aos seus filhos e esse futuro foi o que os meus pais me deram”, confessou Williams. Contou ainda que a mãe atravessou o deserto “grávida e o destino quis” que nascesse em Bilbau e fosse jogador do Athletic, acrescentou.

Há vários meses, o avançado basco tinha já descrito como os pais tiveram de saltar as vedações colocadas na fronteira espanhola, em Melilla, para impedir a chegada de imigrantes. O jogador confessou ainda, recentemente, no documentário Six Dreams, da Amazon, que, por vezes, é alvo de comentários racistas sobre o facto de ser negro e avançado do Athletic, clube conhecido por só utilizar jogadores bascos. “Sou negro mas também sou basco”, respondeu Iñaki Williams que nasceu em Bilbau e que já vestiu a camisola da seleção basca.

O avançado prolongou no passado mês de agosto o contrato que mantém com o clube até 2028 com uma cláusula de rescisão de 135 milhões de euros. “Quando chegas à equipa principal sendo jovem, de repente, passas de não ter nada a andares na rua e seres conhecido por todo o mundo. Eu tive sorte de ter a minha mãe e, sobretudo, se digo alguma coisa sem sentido ou se a fama me subir à cabeça ela dá-me uma palmada e chama-me à razão”, brincou Iñaki Williams.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.