Escolha as suas informações

Liga dos Campeões: Benfica humilhado, Mourinho goleador e Sporting de resistência
O Benfica sofreu uma pesada derrota na Suíça e vê a situação complicar-se na 'Champions'

Liga dos Campeões: Benfica humilhado, Mourinho goleador e Sporting de resistência

Foto: AFP
O Benfica sofreu uma pesada derrota na Suíça e vê a situação complicar-se na 'Champions'
Desporto 3 min. 28.09.2017

Liga dos Campeões: Benfica humilhado, Mourinho goleador e Sporting de resistência

A derrota do Benfica em Basileia esta quarta-feira entra para o 'livro' de recordes negativos do clube na Liga dos Campeões - nunca antes os encarnados tinham perdido por 5-0 para a Liga dos Campeões.

A derrota do Benfica em Basileia esta quarta-feira entra para o 'livro' de recordes negativos do clube na Liga dos Campeões - nunca antes os encarnados tinham perdido por 5-0 para a Liga dos Campeões.

Enquanto o Benfica caía 'com estrondo' no St Jakob-Park ante o campeão suíço, em Moscovo o Manchester United, de José Mourinho, tinha razões para sorrir, com a goleada de 4-1 ao CSKA, e em Lisboa o Sporting resistia o mais possível ao 'colosso' FC Barcelona, para só perder por 1-0.

Desde que se iniciou a Liga dos Campeões que o Benfica não perdia por tantos. O resultado risca das lembranças o 4-0 em Dortmund, num jogo que chegou a 'ameaçar' os números do desaire em Vigo para a Taça UEFA (7-0), já que os suíços enviaram várias bolas aos 'ferros'.

Já derrotado na primeira jornada da fase de grupos, em casa pelo CSKA, o Benfica está isolado em último no grupo A, com zero pontos, contra três de CSKA e Basileia e já seis do Manchester United.

Numa noite em que tudo correu mal para o campeão português, os golos foram de Oberlin (dois), Riveros, Lang e do antigo sportinguista Van Wolfswinkel, de grande penalidade.

Em desnorte completo, o 'naufrágio' do Benfica não acabou sem uma expulsão, perfeitamente justa, de André Almeida, protagonista de uma falta perigosa e totalmente desnecessária.

Quem continua bem, tanto na Premier League como na 'Champions', é José Mourinho e o seu Manchester United. Mais uma vitória e nova goleada, em casa do CSKA (4-1).

Marcaram pelo clube inglês Lukaku (dois), Martial e Mkhitaryan. Kuchaev fez o golo dos russos, já no minuto 90, e Akinfaev evitou uma derrota mais pesada para os moscovitas.

No grupo D, o Sporting não esteve longe de empatar com o 'Barça', com o único golo do encontro nascer de uma jogada azarada, com a bola a ressaltar em Sebastian Coates e enganar Rui Patrício.

Jeremy Mathieu do Sporting em luta com  Lionel Messi, em Alvalade
Jeremy Mathieu do Sporting em luta com Lionel Messi, em Alvalade
Foto: AFP

O Sporting não fica mal 'na fotografia', apesar de não ter somado os três pontos. A primeira derrota da época não mina o moral da equipa, que está em segundo no grupo com três pontos, tantos quantos tem a Juventus e a três dos catalães.

Higuain e Mandzukic marcaram na vitória turinense (2-0), que deixa o Olympiacos em 'maus lençóis' no grupo, sem qualquer ponto.

Quanto ao grupo B, a 'festa' foi sul-americana no Parque dos Príncipes, com Daniel Alves, Cavani e Neymar a faturarem na vitória sólida do Paris Saint-Germain sobre o Bayern de Munique.

Muito sólidos na defesa, os parisienses acabaram por ganhar o jogo no contra-ataque, com Neymar a brilhar bem alto, pelo golo e assistência para Dani Alves.

Para o mesmo grupo, o Anderlecht comprovou que é a equipa mais fraca em ação, cedendo por claros 3-0 ante o Celtic - golos de Grifiths, Roberts e Sinclair no estádio Constant Vanden Stock.

Isola-se no grupo o PSG, com seis pontos, contra três de Celtic e Bayern e ainda nada do Anderlecht.

Finalmente, no grupo C o destaque vai para a vitória 'in extremis' do Chelsea em Madrid, com o 2-1 ao Atlético feito no minuto 90+4 por Batshuayi.

Griezmann adiantara o Atlético, aos 40, de grande penalidade, e Morata empatou, aos 59.

Vitória fora da Roma, pelos mesmos números, em Baku, ao Qarabağ. Marcaram para os romanos Manolas e Dzeko, no primeiro quarto de hora, e Pedro Henrique, para o clube azeri, anfitrião no primeiro jogo de sempre da Liga dos Campeões no seu país.

Comanda o Chelsea, com seis pontos, contra quatro da Roma, um do Atlético de Madrid e zero do Qarabağ.

 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas