Escolha as suas informações

Liga BGL. Corrida ao título recomeça sábado
Desporto 5 min. 21.02.2019

Liga BGL. Corrida ao título recomeça sábado

Jeunesse e Fola, eternos rivais da cxidade de Esch-sur-Alzette,

Liga BGL. Corrida ao título recomeça sábado

Jeunesse e Fola, eternos rivais da cxidade de Esch-sur-Alzette,
Foto: Christian Kemp
Desporto 5 min. 21.02.2019

Liga BGL. Corrida ao título recomeça sábado

O líder Jeunesse desloca-se a Rumelange, enquanto o Fola, segundo classificado, acolhe o Mondorf-les-Bains. O F91 Dudelange, principal candidato ao título, viaja até Differdange e o Niederkorn defronta o Etzella, uma das revelações do campeonato.

A Liga BGL recomeça no próximo sábado, após dois meses e meio de pausa de inverno. Jeunesse d’Esch, CS Fola, F91 Dudelange e Progrès Niederkorn são os maiores protagonistas na luta pelo título da principal divisão do futebol luxemburguês que promete emoções fortes nesta segunda volta.

A Jeunesse d’Esch, que surpreendentemente lidera o campeonato com 29 pontos, desloca-se a Rumelange, casa do último classificado. Um jogo que Marc Thomé, treinador dos ’alvinegros’, considera “complicado”, mas que espera vencer: “Depois de uma paragem longa, a forma das equipas no regresso à competição é sempre uma incógnita. Os jogos particulares valem o que valem, mas queremos ganhar em Rumelange”, resume.

No entanto, Thomé sabe que o adversário nada tem a perder e que a jogar em casa coloca sempre enormes dificuldades aos maiores clubes. “Vamos defrontar uma equipa que precisa de pontos e que vai deixar a pele em campo, mas este é o tipo de jogos que temos forçosamente de ganhar para reforçar a nossa posição”, insiste.

A lesão nos ligamentos de Antonio Luisi, melhor marcador da formação da metrópole do ferro e um dos jogadores mais em destaque na primeira volta, é vista pelo técnico da Jeunesse como “uma baixa importante” que é preciso ultrapassar.

“Ficarmos privados de um jogador que pode decidir o jogo a qualquer momento vai obrigar-nos a encontrar outras alternativas e a resolver os problemas em equipa. Temos de nos adaptar à ausência do Luisi, mas o plantel tem soluções para ultrapassar isso”, assegura.

“Poucos nos viam na frente, mas o grupo tem sido extraordinário. O regresso de Portier que conhece bem o clube e a vinda de mais um guarda-redes vão reforçar o plantel para continuarmos na luta”, esclarece.

Sobre a liderança no campeonato e a inesperada perda de pontos nas derradeiras jornadas da primeira volta, o técnico luxemburguês afirma: “No início do campeonato muito poucos vaticinavam a nossa atual posição. Há, de facto, vários adversários que teoricamente são mais fortes que nós e reúnem outros meios financeiros, mas posso dizer com grande orgulho que estamos no primeiro lugar com todo o mérito e que vamos defender a nossa posição com todas as forças”, vinca.

Para o treinador da Jeunesse, “o empate com o Differdange e a derrota frente ao Niederkorn nos dois últimos jogos da primeira volta fragilizaram um pouco o grupo e reduziram a vantagem que a equipa detinha em relação aos nossos rivais, mas vamos continuar a lutar para terminar entre os três primeiros classificados. Será fundamental para o futuro do clube”, assegura.

Fola ambiciona terminar entre os três primeiros

A dois pontos da Jeunesse d’Esch encontra-se o rival Fola que vai receber o Mondorf. Depois das três derrotas sofridas nas três primeiras jornadas, a formação de Esch-sur-Alzette melhorou substancialmente com o regresso do treinador Jeff Strasser, tendo somado nove vitórias e apenas uma derrota, em casa, frente ao F91 Dudelange.

Pascal Welter, diretor desportivo do Fola, garante que a sua equipa está preparada para uma segunda volta que antevê muito competitiva: “Depois de um início comprometedor com várias derrotas consecutivas, o regresso de Jeff Strasser trouxe à nossa equipa uma considerável melhoria. Conseguimos nove vitórias e passámos do último ao segundo lugar. Após a eliminação na taça frente ao Dudelange, resta-nos o campeonato que prevejo muito disputado, mas na minha opinião o Dudelange continua a ser o grande favorito. O nosso objetivo é ficar entre os três primeiros”, conclui.

No terceiro lugar, a três pontos da Jeunesse, o F91 Dudelange continua a ser a equipa apontada como principal favorita ao título. Stélvio Cruz, internacional angolano e peça fundamental na equipa campeã, mostra-se confiante na reconquista do título e da Taça: “Queremos arrancar para esta segunda volta com uma vitória em Differdange. Estamos a três pontos do primeiro lugar que queremos recuperar o mais depressa possível. Voltar a fazer a ’dobradinha’ é o nosso grande objetivo”, garante o médio.

“Agora, sem os jogos da Liga Europa, o nosso foco é ganhar todos os jogos. A experiência internacional fez-nos crescer em todos os aspetos e a nossa preparação na pausa foi excelente. O estágio em Espanha com os novos reforços foi fundamental para ’afinar’ o onze. Estou muito confiante no êxito da nossa equipa”, sublinha.

Terminar no topo e chegar à final da Taça

No quarto lugar, a quatro pontos do líder, o Niederkorn luta também por um lugar ao sol. A equipa reforçou-se com dois jogadores que, na opinião do lusodescente Yannick Bastos, internacional luxemburguês, representam uma mais-valia para o grupo.

“Acredito que temos uma palavra a dizer nesta segunda volta. Recrutámos dois jogadores que vieram reforçar o grupo para tentarmos conquistar pelo menos um dos objetivos; ganhar a Taça e ficar no topo entre os três primeiros classificados”, explica.

“A preparação da equipa na pausa de inverno foi boa e intensa. Temos razões para estar otimistas”, remata o médio ofensivo do Niederkorn.

A 14a jornada e primeira da segunda volta arranca no próximo sábado com o jogo Rumelange–Jeunesse d’Esch, agendado para as 17h.

Os encontros RM Hamm Benfica–UNA Strassen, FC Differdange–F91 Dudelange, Victoria Rosport–Racing Luxembourg, CS Fola–Mondorf-les-Bains, Etzella–Progrès Niederkorn e US Hostert–Union Titus Pétange, disputam-se todos às 16h de domingo.

Reforços dos quatro primeiros classificados

Jeunesse d’Esch: Adrien Portier e Lazare Kupatadze (ambos sem clube).

Fola Esch: Zachary Hadji (SV Röchling / Alemanha).

F91 Dudelange: Landry Bonnefoi e Djamel Bakar (ambos sem clube).

Progrès Niederkorn: Patrick Etshimi (Chambry / França) e Belmin Muratovic (FC Metz / França)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Liga BGL – 25a jornada : Fola a um ponto do título em Bascharage
O Fola está a um ponto de sagrar-se campeão da Liga BGL em futebol, o que poderá acontecer já no domingo, na sua deslocação ao terreno do Käerjéng. Após ter derrotado o F91 Dudelange na última ronda, a formação de Esch/Alzette prepara-se para fazer a festa em Bascharage.
FUSSBALL ROSPORT - FOLA ESCH 01.03.2015 JUBEL FOLA NACH 1-0