Escolha as suas informações

Jornalista Rui Miguel Tovar vence Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga
Desporto 04.10.2021
Livros

Jornalista Rui Miguel Tovar vence Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga

Livros

Jornalista Rui Miguel Tovar vence Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga

Foto: DR
Desporto 04.10.2021
Livros

Jornalista Rui Miguel Tovar vence Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga

Lusa
Lusa
No livro "Viagens Sem Bola"o jornalista que colabora com o Contacto não escreve especificamente sobre futebol, mas de tudo o resto à volta dos jogos, como as cidades, a comida e as pessoas.

O livro "Viagens Sem Bola", de Rui Miguel Tovar, venceu o Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, anunciou esta segunda-feira a Associação Portuguesa de Escritores (APE).

De acordo com o júri do prémio, coordenado por José Manuel Mendes, "a obra de Rui Miguel Tovar representa uma perspetiva original em que a viagem surge como uma procura do fenómeno atual que é o do desporto no mundo". "Trata-se de compreender uma forma peculiar de caminhar, entendendo que o olhar do viajante pode não partir da viagem em si. O ritmo, a intensidade e a vida estão bem presentes", acrescenta.

Em "Viagens sem Bola", Rui Miguel Tovar - comentador desportivo do Contacto - fala de jogos no Qatar, na Argentina, Paraguai, Itália, Espanha, China, Tailândia, Maldivas, Vietname, Chile, entre outros.

A particularidade destas viagens é que o autor não escreve especificamente sobre futebol, mas de tudo o resto à volta dos jogos, como as cidades, a comida, as pessoas, a história de uma região, o modo como se chega a certa aldeia chinesa ou a uma partida de futebol de praia na Tailândia, como se comportam os fãs de um clube argentino, o ator de Hollywood que é fã do San Lorenzo (o clube do Papa), ou as mulheres que assistem, às escondidas, a um jogo no Qatar, descreve a sinopse.


Conta-me como foi da bola
Efemérides e histórias caricatas do futebol pelo jornalista Rui Miguel Tovar.

O júri, constituído por Guilherme d’Oliveira Martins, Luísa Mellid-Franco e Paulo Moura, atribuiu o prémio a "Viagens Sem Bola", editado pela Quetzal, por maioria. A esta 4.ª edição do Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, instituído pela APE, com o patrocínio da Câmara Municipal de Braga, concorreram obras publicadas em 2020. O valor monetário deste prémio para o autor distinguido é de 12.500 euros.

Rui Miguel Tovar nasceu a 16 de fevereiro de 1977 e tornou-se jornalista em 1995. Entrou primeiro no Record e em janeiro de 2009 mudou para o jornal i, onde ficou até dezembro de 2015, altura em que decidiu seguir carreira como 'freelance'. No ano passado, a vencedora deste prémio foi Alexandra Lucas Coelho, com a obra "Cinco Voltas na Bahia e Um Beijo para Caetano Veloso".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.